O tomate é uma fruta ou um vegetal?

Alimento é rico em vitaminas e nutrientes

Tomates são incríveis, e mesmo quem não gosta de uma salada de tomate possivelmente já comeu alguma coisa feita com molho da fruta. Mas, calma: será mesmo que ele é uma fruta?

Conhecido como um alimento funcional e chamado também de supercomida, o tomate é rico em vitaminas e nutrientes que fazem bem ao corpo humano, sem falar no famigerado licopeno, responsável por nos livrar de algumas doenças crônicas, e também no betacaroteno e na vitamina C.

O tomate em si deveria fazer parte de toda boa dieta, mas quando precisamos classificar o dito cujo, às vezes fica aquela dúvida: o tomate é um vegetal, uma fruta ou uma mistura das duas coisas? 

Tomate (Crédito: Reprodução)
Tomate (Crédito: Reprodução)

Para a botânica, uma fruta é tudo aquilo que vem da fertilização do ovário de uma flor. Os vegetais são as outras partes comestíveis de algumas plantas, ou seja: com base nessa definição, o tomate é uma fruta.

Alguns nutricionistas, no entanto, consideram que o tomate é um vegetal justamente porque ele não é rico em frutose, ao contrário de frutas como laranja e maçã. De uma forma mais prática, as frutas são classificadas também como itens que podem incrementar pratos doces, o que não é o caso do tomate.

Então o tomate é uma fruta pela forma como se desenvolve e cresce, mas pode não ser em termos nutricionais. Em aspectos comerciais, por causa da cobrança de impostos, o tomate também pode ser classificado como vegetal e não como fruta – nos EUA, é fruta no Tennessee, mas é vegetal em Nova Jersey. Ou seja: vai, realmente, do gosto do cliente. De qualquer forma, comer o tomate, seja ele fruta ou vegetal, é importante para a saúde, e disso você não precisa duvidar.

Fonte: Com informações do Megacurioso
logomarca do portal meionorte..com