Os corpos de 2 mil anos encontrados na Dinamarca

Os corpos de 2 mil anos encontrados na Dinamarca

Pesquisadores ainda não desvendaram esse mistério

Os pesquisadores ainda não descobriram o mistério sobre tantos corpos nos pântanos da Dinamarca. Os cadáveres possuem mais 2 mil anos e estão completamente preservados.

Para alguns pesquisadores, os corpos fazem parte de vítimas de sacrifícios religiosos da Idade do Ferro, período que teve início por volta do ano 1.200 a.C, em regiões que hoje compreendem os territórios da Ásia e da Europa.

É possível que essas pessoas tenham sido mortas e delicadamente depositadas no fundo dos pântanos da Dinamarca como oferenda aos deuses (o que não era muito raro nessa época, mesmo com relação aos humanos). É possível encontrar cadáveres com marcas de forca, cordas ao redor dos pescoços e gargantas cortadas.

Conforme especialistas, os corpos estão tão conservados por causa da composição da água dos pântanos dinamarqueses. Eles explicam que os ácidos produzidos pelo musgo estão bastante presentes nesse ecossistema e teriam ajudado a interromper a decomposição.

Fonte: Segredos do Mundo