Pastor africano diz ter sido estuprado por três mulheres

As três mulheres negaram o estupro

Um pastor da cidade de Bulawayo (Zimbábue) foi à polícia local denunciar ter sido estuprado por três mulheres. O incidente aconteceu quando o religioso foi à casa das mulheres cobrar o dinheiro que elas lhe deviam.

Em vez de pagarem, contou o pastor, as mulheres partiram para o ataque e o jogaram em uma cama. As acusadas foram identificadas, de acordo com o "Metro", como Sandra Ncube, de 21 anos, Riamuhetsi Mlauzi, de 23, e Mongiwe Mpofu, de 25.

"Elas o forçaram a deitar em uma cama e o despiram", disse o promotor, Petros Shoko. "Ncube se sentou sobre o peito dele. Ele tentou se livrar, mas Mlauzi ficou em cima das pernas dele", acrescentou.

Pastor africano diz ter sido estuprado por três mulheres
Pastor africano diz ter sido estuprado por três mulheres


O relato prosseguiu: Mpofu foi a outro quarto e voltou com preservativos.

"Ncube teve relação sexual com o querelante sem consentimento dele", comentou Shoko.

As três mulheres negaram o estupro, mas admitiram "ataque indencente". Segundo elas, o episódio se tratou de uma "lição", já que, segundo elas, o pastor gosta de observar fiéis tomando banho.

"Ele argumenta que não tem problema porque é um homem de Deus", afirmou Mlauzi. "Quando o toquei, ele ficou imediatamente excitado. Era tudo o que queríamos ver. Queríamos fazer com que ele visse que não é especial e não está imune à excitação sexual", acrescentou.

O julgamento será realizado em 7 de agosto.

Fonte: Com informações do Page not found