Pastor encontra um diamente de 706 quilates em Serra da Leoa

O diamante foi encontrado na província de Kono

Um pastor encontrou um enorme diamante de 706 quilates em Serra Leoa e o entregou ao governo do presidente do país, Ernest Bai Koroma.

O diamante foi encontrado na província de Kono, leste do país, por Emmanuel Momoh, que procura ocasionalmente por pedras preciosas.

Segundo o governo de Serra Leoa, o presidente Koroma agradeceu pelo diamante não ter sido vendido em contrabando fora do país e garantiu que "o processo de comercialização será transparente".

Após ser certificado por especialistas, o diamante será um dos maiores já registrado. Seu valor ainda não foi estimado.


Em 2015, foi extraído da mina de Karowe, em Botsuana, o maior diamante encontrado em cem anos, de 1.111 quilates.

O maior diamante do mundo é o Cullinan, de 3.106 quilates, encontrado na África do Sul em 1905.

Este diamante foi dividido em várias pedras enormes - as principais foram usadas para adornar o cetro real britânico e a coroa imperial, que fazem parte das joias da Coroa Britânica.

Serra Leoa ficou marcada pelo tráfico dos chamados "diamantes de sangue" durante a guerra civil (1991-2002).

Fonte: Planeta bizarro
logomarca do portal meionorte..com