Pastor promete cura a fiéis que tomarem óleo de motor benzido

Pastor afirma desconhecer o risco do consumo do óleo

Na semana passada, causou polêmica aqui no Brasil a informação de que o pastor Valdomiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, estaria “curando” fiéis com o próprio sangue que ficou manchado na camisa que ele usava no dia em que foi esfaqueado no pescoço. Bastava tocar no manto com muita fé para milagres acontecerem. Agora, uma notícia que vem lá da África do Sul mostra outra prática ainda mais inusitada.

Bongani Maseko, pastor do Ministério da Respiração de Cristo, fez seus seguidores beberem óleo de motor em troca de cura e libertação. Fotos da cerimônia foram publicadas no Facebook da congregação, que está localizada no município de Daveyton, a 60 quilômetros da capital, Pretória.

Pastor mostra o óleo para os fiéis  (Crédito: Reprodução)
Pastor mostra o óleo para os fiéis (Crédito: Reprodução)

A ação foi criticada por diversas entidades, ainda mais depois que Maseko garantiu que a garrafa estava cheia de óleo de motor da marca Havoline. Segundo o pastor, o líquido não oferecia risco algum, já que ele havia orado bastante para isso. Maseko também não pesquisou previamente os riscos de ingerir o óleo, visto que sua oração seria suficiente para o produto não causar nenhum problema.

Para defender sua teoria, Maseko recordou a passagem bíblica que diz que Jesus Cristo cuspiu no chão para fazer barro e passar nos olhos de um cego que voltou a enxergar depois disso. Para ele, qualquer tipo de veneno ou toxina pode desaparecer com a força da oração. Recentemente, a história de um pastor sul-africano que espirrava pesticida no rosto dos fiéis também gerou polêmica no país.

Fiel supostamente bebendo o óleo benzido (Crédito: Reprodução)
Fiel supostamente bebendo o óleo benzido (Crédito: Reprodução)



Fonte: Com informações do Tecmundo