Pilotos discutem e abandonam cabine de avião em pleno voo

Voo levava 324 passageiros, segundo a imprensa indiana

Dois pilotos da companhia aérea Jet Airways, da Índia, foram afastados de suas funções porque teriam protagonizado uma briga em pleno voo e, logo em seguida, deixado a cabine com o avião em modo de piloto automático, mas a empresa garantiu, em comunicado, que tudo não passou de um "mal-entendido" que foi resolvido "rapidamente e de forma amigável".

Segundo a Jet Airways, o "mal-entendido" aconteceu entre o copiloto e a piloto da cabine de comando no dia 1º de janeiro, em um voo entre Londres e Mumbai, e ambos foram suspensos enquanto o incidente está sendo investigado.

O Conselho Geral de Aviação Civil da Índia (DGCA, na sigla em inglês) suspendeu a licença de ambos.

Voo levava 324 passageiros, segundo a imprensa indiana, (Crédito: Reprodução)
Voo levava 324 passageiros, segundo a imprensa indiana, (Crédito: Reprodução)

Segundo o jornal "Times of India", o copiloto supostamente agrediu a piloto da aeronave com um tapa após uma discussão e ela deixou a cabine com os olhos cheios de lágrimas.

Em seguida, o copiloto seguiu a colega, deixando o avião, com 324 passageiros, em modo de piloto automático. Os dois voltaram a discutir, mas retornaram à cabine para fazer a aterrissagem em Mumbai, segundo o jornal.

O incidente chegou a ser tema de discussão no parlamento indiano. O ministro de Aviação Civil, Ashok Gajapati Raju, ordenou uma investigação sobre o ocorrido.

Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com