Polícia investiga modelo que tatuou seu gato de estimação no peito

A modelo afirmou que castrar os animais é muito mais crueldade.

Uma modelo e fisiculturista de Chernihiv (Ucrânia) está sendo investigada pela polícia após submeter seu gato de estimação a uma tatuagem no peito.

De acordo com reportagem do "Daily Mail", Elena Ivanickaya disse ter levado o gato a um estúdio de tatuagem para que o animal ficasse mais "glamorouso".

Nas redes sociais, seguidores da ucraniana ficaram revoltados com o que chamam de "tortura" contra Yasha, da raça Sphynx - caracterizada pela ausência de pelos.

"Você deveria tatuar a sua testa com a inscrição 'Idiota'. Pobre gato!", protestou um internauta. "O inferno está à sua espera", manifestou-se outro.

Elena se defendeu: "A vida desse gato é melhor que a de vocês. Pode ser o inferno para vocês, mas ele se sente bem. Ele não foi castrado e nunca será. Isso, sim, seria crueldade."


Fonte: Com informações do OGlobo
logomarca do portal meionorte..com