Por que as estátuas gregas tinham pênis tão pequenos?

Estudiosa sobre o assunto explicou o motivo

O tamanho do órgão sexual masculino é um dos assuntos mais polêmicos da história: todo homem acha que ficaria muito bem com “uns centimetros a mais”, não importa o quão grande "ele" seja. Essa história de ser bem dotado mexe com a cabeça de muita gente, mas sem razão; afinal, você já reparou como as estátuas gregas possuem pênis minúsculos?

Se até os “deuses gregos” são pequenos lá embaixo, por que você se incomoda tanto com o seu? Se você já pensou nos motivos para essas estátuas serem tão desprovidas de opulência, alguns historiadores têm a explicação para isso. Ellen Oredsson, que escreve sobre a história da arte em um blog, disse que, primeiramente, é bom notar que as estátuas gregas retratam os pênis de forma flácida e relaxada, assim, eles não são tão menores quanto o de um homem comum.

O semideus Hércules retratado com os valores da época (Crédito: Reprodução)
O semideus Hércules retratado com os valores da época (Crédito: Reprodução)

Além disso, os próprios valores culturais eram diferentes. Na Grécia Antiga, os pênis pequenos eram mais valorizados, então é normal que as estátuas da época sigam essa tendência. O pênis grande era visto como um retrato de loucura, luxúria e feiura. “Enquanto isso, o homem grego ideal era racional, intelectual e autoritário. Ele ainda pode ter feito muito sexo, mas isso não estava relacionado com o tamanho do seu pênis, e o fato de ele ser pequeno lhe permitia manter-se frio e lógico”, explica Ellen.

Para finalizar, a historiadora explicou que a arte grega foi muito influente na arte em geral, por isso é comum os pênis terem sido retratados com tamanho bem pequeno por um tempão. 

Fonte: Com informações do Megacurioso
logomarca do portal meionorte..com