Presídio chinês usa jogos online como trabalho para detentos

O objetivo é que detentos joguem partidas online para gerar lucros

O presídio Jixi, localizado na China, estaria incluindo o ato de jogar jogos online na rotina de trabalho de seus prisioneiros com o objetivo de gerar lucros.

Normalmente, as prisões no mundo inteiro adotam como trabalho para os prisioneiros serviços de carpitaria, limpeza, costura, etc.Nesses presídos, os detentos, que tem uma rotina de 12 horas de trabalho, são forçados a jogar partidas online para ganhar créditos que podem ser revertidos em dinheiro real.

Segundo informações do jornal britânico The Guardian cerca de 30 presos trabalham nessa modalidade e ganham por dia US$ 924 dólares.

Alguns prisioneiros alegavam que o trabalho ultrapassavam o limite físico e psicológico chegando a sair de lá sem sentir as mãos e afetando a visão.

O dinheiro das apostas é "arrecadada" pelos próprios guardas de segurança do local tornado a prática descontrolada e não regularizada.

Jogos online em presídio chinês têm sido ferramenta para gerar lucro com trabalho forçado (Crédito: Divulgação)
Jogos online em presídio chinês têm sido ferramenta para gerar lucro com trabalho forçado (Crédito: Divulgação)


Fonte: igames.ig
logomarca do portal meionorte..com