Saiba a diferença entre ovos caipiras, orgânicos e de granja

Não há diferença nutricional entre os tipos de ovos

Lá vai você para o supermercado com o seu último discurso saudável: “só como ovo caipira”.  Aí você chega lá, pega sua caixinha de ovos vermelhos super se achando da roça, crente crente que come ovo caipira. Vamos te contar um segredo: pra começar, não há diferença nutricional entre ovos de casca branca e os de casca vermelha(que na verdade é muito mais paramarrom do que vermelha, mas chamam assim). Menos ainda pode-se dizer que os ovos vermelhos são ovos caipiras.


Vamos esclarecer tudo isso para você comprar exatamente o que deseja?

Ovos brancos e ovos vermelhos (marrons)

A cor da casca do ovo tem relação apenas com a genética da raça da galinha que o botou.

Basicamente, galinhas de penas brancas botam ovos brancos e galinhas de penas vermelhas botam ovos vermelhos (marrons, na verdade). Até aqui não há nenhuma diferença entre os valores nutricionais dos ovos.

Ovos de granja

Ovos de “granja” não são ovos de galinhas criadas soltas na granja como parece. Esse tipo de ovo é produzido num esquema de produção industrial, em que as galinhas ficamconfinadas e comem sem parar, sem sequer se mexer dentro da gaiola e tendo como único objetivo colocar ovos. E muitos ovos!

Essas galinhas têm seus bicos cortados (debicagem) para aumentar a produtividade, basicamente. Com essa prática, evita-se, por exemplo, que a ave escolha a ração (que dó!!) e desperdice alimento; que os ovos sejam bicados e portanto perdidos e que haja canibalismo entre elas. Tudo isso se resume em garantia de produtividade, como eu falei.

Desse tipo de criação, é que vêm os ovos enriquecidos, vitaminados e light (que inclusive são variedades questionadas por muitos nutricionistas). Eles são resultado de uma alimentação diferenciada das aves e nada têm a ver com o bem-estar das bichinhas.

Ovos caipiras

Ovos caipiras também são chamados de “ovos tipo colonial” e “ovos de capoeira“.

Pela legislação, as galinhas que produzem esses ovos devem ser criadas fora de gaiolas, ciscando livremente. Elas põem os ovos em ninhos cobertos, bem mais saudável do que naquelas gaiolas apertadas, né?

A alimentação nessas criações é toda de origem vegetal e sem pigmentação (que é usada na ração para dar uma cor mais amarelona à gema, artificialmente). Os animais não podem tomar remédios que estimulem o crescimento e nem antibióticos.

Bem, pelas condições em que as galinhas são criadas, no maior estilo “caipira”, nem hesito em preferir esses ovos aos de granja.

Ovos Orgânicos

Ovos orgânicos são produzidos por galinhas que recebem uma alimentação 100% orgânica, ou seja, sem agrotóxicos e fertilizantes químicos. Não é permitido também usar remédios para crescimento e nem antibióticos. Com essas restrições, o ovo orgânico não vem com qualquer resíduo químico.

As galinhas são criadas em condições que prezam seu bem-estar e seu comportamento natural, bem ecologicamente correto. Por exemplo, é proibida a prática da debicagem e do confinamento em gaiolas. Estudos dizem que galinhas criadas assim, soltas, põem ovos com cerca de 4 vezes mais vitamina A do que os de granja.

Para chamar seus ovos de “orgânicos”, o produtor precisa receber um certificado emitido por uma certificadora terceirizada, que segue parâmetros ditados pelo Ministério da Agricultura.

Por motivos óbvios, esses ovos são mais caros. 


Fonte: Site Saúde Alimentar
logomarca do portal meionorte..com