Saiba por que não devemos reutilizar garrafas plásticas de água

Substâncias utilizadas na fabricação do plástico oferecem risco

Beber água é fundamental para manter o corpo saudável e em bom funcionamento, mas a forma como algumas pessoas fazem isso não é exatamente a melhor.

Sabe aquelas garrafinhas plásticas e descartáveis de água? Muitas pessoas reutilizam a embalagem e, quando a água acaba, simplesmente completam de novo a garrafinha.

Infelizmente, isso pode ser bastante prejudicial, afinal essas embalagens não foram pensadas para serem reabastecidas, e o que muitos de nós não sabemos é que essas garrafas são capazes de liberar componentes tóxicos para a água e de encher nossa bebida sagrada de bactérias.

O elemento que mais preocupa especialistas é o Bisfenol A, utilizado na fabricação de plástico e que tem o poder de interferir no trabalho dos nossos hormônios sexuais. De acordo com a Dra. Marilyn Glenville, alguns produtos químicos que fazem parte da composição do plástico podem ter efeitos em diversas funções do corpo humano.

“Eles podem afetar a ovulação, e aumentar nosso risco de problemas de controle hormonal, como a síndrome do ovário policístico, a endometriose, o câncer de mama entre outras coisas”, explicou a especialista, em declaração publicada no The Independent.

As outras maneiras como essa substância pode afetar o corpo humano ainda não são conhecidas, mas a recomendação, por via das dúvidas, é a de não reabastecer garrafas plásticas.

Bactérias

Além do fator prejudicial em decorrência das substâncias químicas liberadas pelo plástico, temos o fato de que esse tipo de embalagem favorece a proliferação de bactérias. Um estudo realizado com atletas que utilizaram a mesma garrafinha de água ao longo de uma semana revelou que houve uma proliferação absurda de bactérias nas embalagens, sendo que uma delas tinha 900 mil unidades formadoras de colônias por metro quadrado, o que é muita, muita coisa – mais do que temos em uma privada de banheiro, só para você ter ideia.

Essa mesma pesquisa revelou que 60% das bactérias encontradas nas garrafinhas de água são capazes de causar doenças às pessoas, então, para não correr tanto risco assim na hora de matar a sede, jogue fora as garrafinhas descartáveis e invista em uma garrafa de vidro ou de aço inoxidável.

Fonte: Com informações do Megacurioso
logomarca do portal meionorte..com