Sete cicatrizes da Primeira Guerra Mundial

Guerra deixou 9 milhões de pessoas mortas

Muita gente sabe que a Primeira Guerra Mundial devastou algumas cidades e matou milhares de pessoas, até inocentes, que nada tinham a ver com a briga política. Só para você ter uma ideia, mais de 70 milhões de militares se mobilizaram em batalhas sangrentas por diversos lugares na Europa, gerando uma carnificina de 9 milhões de mortos e aproximadamente 30 milhões de feridos, civis e militares.

A Guerra das Guerras começou em 28 de julho de 1914 e durou até 11 de novembro de 1918, ou seja, foram quatro anos de muito pânico, terror e devastação em massa de muita gente no continente europeu. Contudo, mesmo um século após o seu fim, diversos territórios ainda nos mostram os vestígios causados pelas destruições e explosões de bombas.

Com isso, o fotógrafo irlandês Michael St. Maur Sheil resolveu aprontar as suas lentes e documentar esse triste legado que a violência deixou para as paisagens em diversos locais. Confira algumas dessas imagens:

1. Ofensiva do Somme, França

Foi travada entre julho a novembro de 1916, sendo considerada uma das maiores batalhas da Primeira Guerra Mundial. Resultado: mais de um 1 milhão de mortos e feridos.

Smithsonian

2. Batalha de Messines, Bélgica

Consistiu em uma ofensiva (7-14 de junho de 1917) coordenada pelo Segundo Exército britânico, na região belga de Flandres Ocidental. Resultado: 10 mil homens mortos em poucos segundos, devido a explosões de bombas.

3. Território rural na França

Mesmo depois de passados 100 anos da Grande Guerra, ainda é possível ver os buracos gigantes que as bombas deixaram.

4. Cratera em Somme, França

Esse enorme buraco foi formado depois da explosão de uma mina poderosa, detonada durante a Batalha de Somme. Sua profundidade é de 70 pés.

5. Vila Butte de Vaquois, França

Esse lugar era repleto de montanhas, mas foi completamente engolido depois de algumas detonações de minas na região.

6. Primeira Batalha de Isonzo, Itália

Foi travada entre a Itália e a Áustria-Hungria, entre 23 de junho a 7 de julho de 1915. O rio Isonzo — Soca (em língua eslovena) — é um rio de 140 km que corre através do oeste da Eslovênia e nordeste de Itália. Embora os italianos se aproveitassem de uma superioridade numérica de dois para um, sua ofensiva falhou nessa missão.

7. Campanha de Galípoli, Turquia

Conhecida também como Batalha dos Dardanelos, essa disputa ocorreu de 25 de abril de 1915 a 9 de janeiro de 1916, na península de Galípoli, Turquia — foi uma das campanhas mais trágicas da Guerra das Guerras, diga-se de passagem. Na foto, você pode ver os restos mortais que sobraram do ilustre castelo Sedd el Bahr Kale.

Fonte: Com informações do Megacurioso