Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

"Encaro o papel que me derem", afirma Carol Castro

Atriz embarcou totalmente na idéia da autora Andréa Maltarolli

"Encaro o papel que me derem", afirma Carol Castro
|
Compartilhe

? s? come?ar a falar sobre Sheila, sua personagem em Beleza Pura, que Carol Castro abre um sorriso. A atriz, em sua primeira personagem c?mica nos folhetins, embarcou totalmente na id?ia da autora Andr?a Maltarolli. Ou melhor, nas id?ias, j? que sua atua??o precisou de algumas modifica?es no texto.

Programada inicialmente para ser uma "burra", cheia de erros de concord?ncia, a professora de dan?a se transformou em uma suburbana exagerada para n?o disputar espa?o com a manicure e esteticista Rakelli (?sis Valverde).

"Algumas mudan?as partiram de sugest?es minhas, como o vocabul?rio. Outras vieram de percep?es da pr?pria autora", explica Carol.

Em sua quinta novela, ela afirma que n?o tem do que reclamar nesses cinco anos de carreira televisiva. Mas ao contr?rio da maioria dos atores que torcem para representar vil?es, Carol sonha em ser mocinha. Certamente porque quase todos os seus pap?is se aproximavam da maldade.

"Tenho vontade de fazer uma hero?na", afirma, completando que se sente preparada para isso. "Encaro o papel que me derem", avisa.

Confira entrevista com Carol Castro:

A Sheila de Beleza Pura ? a sua primeira personagem c?mica na TV. Como voc? lida com esse estilo de interpreta??o?

Assim que soube que a personagem cairia um pouco para esse lado fiquei empolgada. Sempre tive uma veia c?mica, acho que aprendi em casa. Meu pai, Luca de Castro, ? ator, professor, diretor, est? na estrada h? um temp?o e, no melhor sentido da palavra, ? um verdadeiro palha?o. N?o ? dif?cil fazer humor na TV, mas ? claro que n?o ? para qualquer um. Tem de saber dosar para n?o ficar repetitivo ou enjoativo. Tanto que v?rias caracter?sticas dela que estavam na sinopse hoje em dia n?o s?o mais trabalhadas no ar.

O que motivou essas mudan?as?

Todo mundo fala que novela ? uma caixinha de surpresas, igual ao futebol. E ? mesmo. Sugeri algumas coisas para a Andr?a Maltarolli e outras mudan?as vieram a partir de percep?es dela mesma. Logo no in?cio, me pediram para eu deixar de fazer a Sheila como se ela fosse burra. Uma excelente sacada, at? porque a Rakelli tinha essa caracter?stica e ela pegou bastante. Mas com isso, depois do bonde ter partido, tive de trabalhar um outro tipo de interpreta??o. Busquei inspira?es diferentes para fazer uma outra Sheila.

Onde voc? encontrou essas inspira?es?

Por mais incr?vel que pare?a, aqui mesmo no Projac encontrei um monte de meninas com caracter?sticas que eu estava procurando para a Sheila. Decidi fazer a personagem com um estilo mais suburbano, totalmente exagerado. A palavra da Sheila ? "muito". Ela gesticula muito, os movimentos dela s?o muito abertos, enfim, tudo nela ? um tom acima. E resolvi tamb?m inserir uns cacos na fala dela. Comecei a usar g?rias que, agora, j? v?m escritas no texto. Como o "nem", que pegou mesmo. A primeira vez que ouvi essa express?o foi com uma camareira aqui da Globo.

Quase todas as suas personagens tinham caracter?sticas de vil?s. ? mais dif?cil fazer uma malvada c?mica?

N?o sei responder, porque hoje eu j? tenho uma experi?ncia em fazer personagens m?s. ? claro que isso ajuda na hora de dosar essa maldade. O que acho que diferencia mais a Sheila das outras vil?s que fiz ? o fato dela ter um cora??o bom. ? totalmente diferente da Ruth, que eu interpretei em O Profeta. Ela era uma peste mesmo, era capaz de tudo para conseguir o que queria e foi um trabalho divisor de ?guas na minha carreira. Mas agora ? diferente, minha personagem n?o quer matar nem machucar ningu?m.

Voc? contracena quase sempre com o Bruno Mazzeo, que j? tem uma carreira conhecida com humor na TV. Isso amedrontou voc??

N?o. Mas bateu um frio na barriga no in?cio, porque ? importante rolar uma qu?mica com quem vai fazer seu par em uma novela. E deu muito certo entre n?s. O jeito da gente fazer humor encaixou muito bem. ? engra?ado porque eu at? conhecia o Bruno da ?poca em que estava gravando O Profeta. Ele ? marido da Renata Castro Barbosa, que fazia a novela, ent?o acab?vamos nos cruzando em festas e reuni?es do elenco. Mas s? ficamos amigos para valer depois que come?amos a gravar. O Bruno me ajudou muito e acho que o sucesso da Sheila est? diretamente relacionado ao trabalho dele tamb?m.

Nesses cinco anos na TV, voc? j? est? na quinta novela, mas nunca fez uma mocinha. Isso incomoda?

N?o tenho nada para reclamar da minha carreira at? agora. Fui escalada para pap?is muito bons e tenho aproveitado cada porta que se abre na emissora. Bate uma curiosidade para saber como ? interpretar uma hero?na rom?ntica. Mas acho que cada coisa vem no seu devido tempo. Estou com 24 anos e sei que, mais cedo ou mais tarde, um papel assim vai surgir. E n?o tenho o menor medo, me sinto segura para encarar qualquer personagem que me oferecerem.

Voc? j? declarou que a Mercedita de Bang Bang significou muito para sua carreira, mas a novela foi um fracasso. Por que pensa assim?

Acho que foi uma novela mal compreendida. A fotografia era linda, o elenco foi escolhido a dedo, mas alguma coisa aconteceu e, como dizem, o bolo desandou. Mas eu estava num momento muito bom. Tinha acabado de ler v?rios livros, j? tinha feito Mulheres Apaixonadas e Senhora do Destino e alguns cursos pouco antes de entrar no ar. Eu me sentia preparada para atuar na TV. Passei por um processo de reciclagem muito forte antes daquele trabalho e acho que isso contou para minha satisfa??o durante o projeto. Tanto que aquele suposto fracasso nunca me abalou. E digo suposto porque acho que foi muito mais a fama de fracassada do que qualquer outra coisa. O p?blico que falava conosco nas ruas elogiava a hist?ria.

E agora? Qual ? a rea??o dos telespectadores?

Tenho sa?do pouco, mas sempre que estou na rua as pessoas brincam comigo. Todo mundo fala que ? uma surpresa me ver fazendo com?dia. Acho que o fato da trama ser mais leve e da minha personagem ser engra?ada deixa as pessoas mais ? vontade para comentarem algumas coisas. O mais bacana ? ver que perceberam que estou fazendo algo completamente novo no meu curr?culo. Isso mostra que eles me acompanham em Beleza Pura, mas que tamb?m me observavam nas outras novelas.

Foco certo

Se n?o fosse muito decidida a respeito de sua profiss?o, Carol Castro poderia n?o ter feito a sedutora Gracinha de Mulheres Apaixonadas, em 2003, na Globo. ? que a atriz foi descoberta pelo produtor de elenco Luiz Ant?nio Rocha, hoje da Record, quando encenava o espet?culo Terror em Copacabana.

Mas, pela lei, n?o poderia estar no palco ao lado dos colegas de elenco por ser menor de idade. Mesmo depois de ver sua companhia multada pelo juiz Siro Darlan, Carol conseguiu voltar tempos depois. "Quando recebi o convite, n?o imaginei que o papel fosse crescer tanto", recorda.

Com a cr?tica positiva sobre sua atua??o, n?o demorou para a jovem ser escalada em um novo trabalho. Em Senhora do Destino, interpretou a misteriosa Ang?lica, que ora parecia vil?, ora se mostrava fr?gil e v?tima de suas pr?prias mentiras.

Na ?poca, com a conviv?ncia intensa com Susana Vieira, Carol garante que aprendeu t?cnicas para usar a ilumina??o e as marca?es do cen?rio ao seu favor. "Ela me mostrou como se comportar em cena", elogia.

Depois de duas apari?es no hor?rio nobre, Carol marcou presen?a em Bang Bang, trama fracassada das sete. Vivia a antagonista Mercedita. "Os resultados nunca me atingiram. Foi um dos meus melhores trabalhos", garante ela, que no ano passado interpretou a vil? Ruth em O Profeta.

Al?m do trabalho em Beleza Pura, Carol tamb?m se dedica aos palcos ao lado de seu colega de elenco Marcelo Faria. Os dois est?o no espet?culo Dona Flor e seus Dois Maridos, com texto de Jorge Amado. Por isso mesmo a atriz conta que n?o tem f?rias h? muito tempo.

"Emendei O Profeta com o Circo dos Famosos ao mesmo tempo em que ensaiava a pe?a. Quebrei o p? e continuei ensaiando e agora levo o espet?culo e a novela juntos. Ufa!", brinca ela, que s? deve parar no Natal, quando a pe?a entra em recesso.

Cara nova

H? cerca de um m?s o visual de Sheila mudou em Beleza Pura. O aplique nos cabelos foi sugest?o da pr?pria atriz, mas n?o foi ? toa. ? que, depois de ser sondada muito tempo pela Playboy, a atriz finalmente assinou contrato e vai sair nua na edi??o de anivers?rio, em agosto.

E, para o ensaio, Carol alongou as madeixas. "Achei que ficou muito bom porque a Sheila ficou rica na novela de uma hora para outra. E como tudo dela ? exagerado, isso poderia aparecer nos cabelos tamb?m", justifica.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar