Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Anitta rebate motorista de Uber que "justificou" assédio por "short"

"Para mim significa que ela é independente e inteligente para denunciar e expor um assediador", afirmou cantora após declaração

Compartilhe
Google Whatsapp

Anitta se manifestou na tarde de hoje sobre o caso de um motorista de aplicativo que assediou uma menor de idade durante uma corrida, e que justificou suas atitudes pelo fato dela usar um short "tipo Anitta". As informações são do UOL.

 "Acabei de receber este vídeo onde o motorista de uber que assediou uma passageira menor de idade tenta justificar o injustificável (seu assédio) dizendo que a menina estava usando um short "tipo Anitta" e sentada numa posição favorável ao assédio", explicou ela ao repostar no Twitter o vídeo em que o homem aparece dando sua versão da situação, que foi gravada pela menina e viralizou nas redes sociais. 

Em seguida, ela se posicionou, revoltada: "NADA justifica um assédio. A forma de se vestir, sentar, falar etc não significa qualquer autorização ou pedido ou convite a ser assediada e/ou invadida, abusada, estuprada etc", escreveu ela. "Quanto à menina estar usando um short "tipo Anitta", pra mim significa que ela é independente, não tem medo de ser quem ela quer e, acima de tudo, bem inteligente pra denunciar e expor um assediador para que outras meninas não passem pelo mesmo que ela", finalizou a funkeira. 

Imediatamente ela recebeu apoio de seus seguidores na rede social: "Você é incrível, me representa muito, continue usando sua visibilidade para esses casos, muito foda", disse uma internauta. "Solta o Plínio pra rasgar esse maldito no dente", ironizou outro, fazendo referência ao cãozinho da cantora.

O caso aconteceu no último domingo e se espalhou rapidamente pela internet. Nas imagens gravadas pela garota, ela aparece filmando o próprio rosto enquanto o motorista a assedia. "Mas acho que tu tem idade para ser meu pai, assim", diz a adolescente em determinado momento. "Eu faria coisas que teu pai não faria. Pode ter certeza", respondeu o motorista, que não teve o nome divulgado. Após a repercussão, a Uber afirmou em nota que dispensou o motorista de sua rede. "A empresa acredita na importância de combater, coibir e denunciar casos dessa natureza às autoridades competentes", afirmou a empresa.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar