Após tatuar Trump, Miss Bumbum fala de sonhos eróticos com Obama

Ela disse que gosta de homens negros e que teve sonhos com Obama

A Miss Bumbum 2016, Erika Canela é a estrela da capa e do recheio da edição de maio da revista Playboy em Portugal. Ela falou sobre temas picantes ao conceder entrevista para a publicação. A jovem ainda mostrou ter uma posição bem definida em relação ao seu 'tipo de homem'. "Gosto de homens negros. Tenho que admitir que já tive sonhos eróticos com Barack Obama”, disparou. 


Erica Canela já havia sido pivô de polêmica ao fazer tatuagem do rosto do presidente dos EUA Donald Trump quando ele foi eleito. Na ocasião, ela explicou que o desenho nas rostas foi feito como um “pedido de mais amor e solidariedade”. Um mês depois, a Miss Bumbum decidiu remover a tattoo.

A miss Bumbum falou sobre o seu envolvimento com Cristiano Ronaldo que a teria convidado para jantar após troca de mensagens dos dois pelo celular. Ela disse ter se arrependido. “Ele me tratou como uma qualquer, acho que respeito é tudo”, opinou.

Erica ainda participou do reality show, em Portugual, o "Love On Top" e ficou ficou impressionada com a fama repentina conquistada em terras lusitanas. “As pessoas me reconheciam na rua, eu não acreditava”, disse. Ela destacou, porém, que não tem interesse em participar de algum programa do gênero no Brasil. “Muitos falam que participarei de ‘A Fazenda’, mas não tive convite e não sei se conseguiria ficar confinada novamente como fiquei em Portugal”, explicou.

Erika Canela também contou por que não posou para a versão brasileira da revista. “Recebi uma proposta vergonhosa, me disseram que no Brasil negras não vendem”, disparou. Ela aproveitou para alfinetar recente ensaio feito por Letícia Datena, filha do apresentador José Luiz Datena, para a Playboy do Brasil. “Não gosto de mulheres magras e acredito que ela não seja o perfil dos brasileiros. Será um fracasso de vendas”, concluiu.




Fonte: redetv.uol