Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Ary Fontoura passa dos 800 mil seguidores e brinca: 'muso da pandemia'

No "É de Casa", ator falou sobre sua rotina na quarentena e contou como está levando os dias de isolamento: "Enquanto há vida, há esperança".

Compartilhe

Ele é um sucesso nas redes sociais! Ary Fontoura é o mais novo influenciador digital e tem proporcionado entretenimento aos seus fãs com fotos e legendas recheadas de bom humor. Aos 87 anos, ele encontrou uma forma criativa de mostrar seu cotidiano simples e arrancar boas risadas dos seus mais de 800 mil seguidores, que o chamam carinhosamente de "Muso da Quarentena".

Ary comentou no É de Casa de sábado, 6/6, que se surpreendeu com a popularidade: "Devo confessar que não esperava que tivesse essa dimensão. Começou devagarinho. Agora está difícil atender todo mundo! Antigamente eu postava fotos da minha casa, do meu jardim e estava tudo bem para mim. De repente, quando fiquei dentro de casa, como deveria ser? Seria uma experiência nova".

O ator veterano contou como tem sido os 80 dias de isolamento: "Me tornei o dono da casa. Sou obrigado a fazer comida, lavar minha roupa, cuidar do meu apartamento. Pertenço ao grupo de risco e vou abrir meu cotidiano, por que não? Dentro da minha simplicidade, característica que gosto de alimentar, fui eleito o muso da pandemia, título que nunca havia recebido e recebo com muito bom humor."

TV Globo

Ana Furtado é uma das seguidoras do ator e elogiou suas postagens: "A última foto do pudim de tapioca me deixou com água na boca". Ary falou que sente falta de sair, mas está tentando manter o pensamento positivo e transmite boas energias para quem se mantém em quarentena:

"Quando você é obrigado a ficar em casa, as coisas mudam de figura. Gosto muito de contato, restaurante, passear e a minha vida mudou totalmente. Tento que trazer para mim tudo que é positivo. No dia a dia você não pensa na morte, mas com essa doença você tem que dar uma tapeada na cabeça. Seu dia e hora já ta determinado. Felizmente, o final de todos é surpreendente, senão a vida seria um inferno. Enquanto há vida há esperança".

Reprodução/ Instagram


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar