mais

Autópsia revela que Maradona sofreu por oito horas antes de morrer

O ídolo argentino sofreu um ataque cardíaco em casa, dias após receber alta de uma cirurgia na cabeça.

A imprensa argentina revelou na última terça-feira (22), detalhes sobre a autópsia de Diego Maradona, morto no último dia 25 de novembro. Não foram encontrados drogas ou álcool no corpo do jogador, que teria, segundo a emissora LaSexta, sofrido por cerca de oito horas antes de morrer.

"Não foi uma morte súbita, mas sim uma grande agonia que durou entre seis e oito horas", diz o canal. Conforme já havia sido revelado anteriormente, o coração de Maradona, já debilitado por problemas anteriores de dependência química, pesava o dobro de um coração normal. O fígado e os rins do jogador também mostravam sinais de falha.

Os médicos encontraram antidepressivos, antipsicóticos, remédios para náuseas e para tratamento de dependência de drogas ou álcool no corpo de Diego. O ídolo argentino sofreu um ataque cardíaco em casa, dias após receber alta de uma cirurgia na cabeça.

Foto: ALEJANDRO PAGNI / AFP Foto: ALEJANDRO PAGNI / AFP 

LEIA TAMBÉM:  

Confira imagens da casa em que Maradona vivia antes de morrer

Campanha na web pede o rosto de Diego Maradona na nota de 10 pesos

Médico de Diego Maradona é acusado por homicídio culposo

Homem demitido por foto com corpo de Maradona é ameaçado de morte

Maradona, Mike Tyson. Reveja 7 lendas que retornaram depois de parar

Fonte: Extra

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail