Bailarina processa Anitta após demissão por discussão em show

Segundo Dany, a briga foi motivada por divergências de opiniões

Enquanto dá novos passos rumo à carreira internacional, Anitta vai ter de enfrentar um processo trabalhista movido aqui no Brasil por uma ex-dançarina. Dany Possidonio, uma das bailarinas mais antigas da cantora, move uma ação contra ela na 42ª Vara do Trabalho do Rio exigindo seus direitos trabalhistas. Ela alega que trabalhou com Anitta por seis anos sem contrato assinado e que foi demitida pela cantora após uma discussão entre as duas, em agosto do ano passado.

Segundo Dany, a briga foi motivada por divergências de opiniões de trabalho e terminou com Anitta lhe mandando embora no mesmo dia. “Sempre fomos muito amigas, e um dia acabou rolando uma discussão durante um show na coxia. E no mesmo dia ela ligou para a responsável pelo ballet mandando me demitir. Ainda cumpri um mês de agenda sem nos falarmos”, explica.

Ela afirma ainda que era uma dos doze dançarinos fixos contratados da cantora e que ganhava um cachê por cada apresentação que fazia. “Trabalhei com a Anitta desde o início da carreira dela e sem documentação alguma. Houve uma demissão e não houve nenhum pagamento dos direitos trabalhistas”, reclama.

Antes de resolver entrar com uma ação, Dany diz que procurou o irmão de Anitta, Renan Machado, para tentar fazer um acordo, mas recebeu uma negativa. Segundo a dançarina, um oficial de Justiça esteve três vezes na residência da cantora para notificá-la do processo mas não encontrou a artista. Por conta disso, a primeira audiência, que estava marcada para três semanas atrás, teve que ser reagendada.

Image title

Fonte: Com informações do Jornal Extra
logomarca do portal meionorte..com