Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Climão entre Bruno e Marrone deixa amigos da dupla preocupados

“Cada um fica em seu espaço próprio e na maior parte do tempo só se encontram no palco. A personalidade do Marrone sempre foi mais conciliadora. A do Bruno, explosiva. Só que uma hora, o Marrone vai chegar no limite”, observa uma amiga da dupla.

Compartilhe

Bruno, da dupla com Marrone, é o assunto dos grupos de sertanejos no WhatsApp desde que provocou um climão com Marrone, sua dupla, na última live da qual participaram juntos, na noite de quinta-feira (17).

O corte que deu no amigo repercutiu mal. Não só pela grosseria desnecessária de Bruno ao interromper uma história que Marrone contava. Mas pela evidente embriaguez do cantor, completamente alterado: “Para de falar de si mesmo. Você fala muito de si, ‘minha fazenda’, ‘minha vida’, vai se f...”.

Bruno e Marrone durante live (

Marrone ficou desconsertado e tentou explicar que falava de Leonardo, anfitrião da live com Jorge da dupla com Mateus. O episódio deixou todos constrangidos, mas todos seguiram a toada. O pedido de desculpas veio embalado pela ressaca física além da moral. “Não é de hoje que ele está bebendo assim.

Com a quarentena, sem viajar para fazer show, isso piorou. Estamos preocupados com esse comportamento dele, Porque ele diz depois que não se lembra de nada, pede desculpas e faz de novo”, diz um amigo dos cantores.

“Embriagado é uma palavra muito forte, né? Feliz é melhor”. A frase foi dita por Bruno na primeira live que fez com Marrone, em abril. Por mais de uma vez ele chegou a dizer que estava bêbado do que ele chama comumente de “chá”.

Bruno costuma beber bastante nos shows (Foto: reprodução)

Foi o mesmo que aconteceu em julho. Bruno fez piadas desnecessárias e constrangedoras com Flavia Viana, que apresentava a live da dupla. Questionou se ela sabia quem era o pai do filho que estava esperando e chegou muito perto dela para oferecer seu chazinho. Flavia tornou seu descontentamento público e Bruno pediu desculpas e disse que não sabia o que havia feito e que tinha bebido um pouco demais.

Em 2017, a dupla chegou a ser processada por um organizador de Patos de Minas, em Minas Gerais, depois de Bruno sair do palco antes de terminar o show, trocando as pernas. Durante a apresentação, ele errou letras, esqueceu de outras e bebeu quase uma garrafa de uísque. A explicação de Bruno foi que ele misturou bebida e remédios e deu no que deu.

Juntos há 35 anos, Bruno e Marrone são uma das duplas mais longevas do gênero. E o futuro dos dois juntos também deixa o meio ansioso. “Bruno sozinho não é uma marca. Ele com Marrone, sim. O Coronel (apelido de Marrone) só não parou até hoje porque ele sabe que se deixar o Bruno, a carreira do amigo acaba. Marrone não precisa de nada disso, está com dinheiro para várias gerações. Se ele compra um boi e uma vaca, triplica o dinheiro. Se o Bruno compra um estábulo, perde tudo”, avalia um produtor da área.

Dupla sertaneja está em crise, dizem amigos (Imagem: Reprodução)

Durante as viagens dos dois para shows, nada de divisão de camarim. A relação há muito já não é a mesma. E o jeito tranquilo e mais sério de Marrone acaba angariando simpatia para a dupla. “Cada um fica em seu espaço próprio e na maior parte do tempo só se encontram no palco. A personalidade do Marrone sempre foi mais conciliadora. A do Bruno, explosiva. Só que uma hora, o Marrone vai chegar no limite”, observa uma amiga da dupla.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar