Denise Rocha relembra vídeo íntimo: 'Fiquei com asco de sexo'

Furacão da CPI postou para as lentes do Paparazzo

Durante o ensaio que fez para o Paparazzo, a advogada e modelo Denise Rocha lembrou do episódio que lhe rendeu o apelido de Furacão da CPI. Há quatro anos, a loira, que trabalhava como assessora parlamentar no gabinete do senador Ciro Nogueira, teve um vídeo íntimo seu vazado na internet.

Na época, a filmagem, na qual ela aparecia mantendo relações sexuais com um namorado, circulou entre assessores e jornalistas que cobriam a CPI do contraventor Carlinhos Cachoeira.

Por conta do escândalo, Denise foi destituída do cargo e perdeu o emprego na Câmara. O episódio a deixou traumatizada: "Fiquei com asco de sexo durante um bom tempo. Travei. Tudo me deixava desconfiada. Precisei buscar ajuda psicológica para me curar do trauma", contou Denise.Hoje, o Furacão diz que é uma mulher escaldada e precavida.

"Depois do que aconteceu comigo, não mando nem foto do meu fio de cabelo. Nudes para o meu namorado? Nem pensar! Também não gosto nem de receber".

Denise Rocha  (Crédito: Paparazzo)
Denise Rocha (Crédito: Paparazzo)


Fonte: Ego
logomarca do portal meionorte..com