Dublador do Pateta morre aos 93 anos no Rio de Janeiro

Telmo de Avelar dublou o personagem da Disney até os anos 1980

Morreu nesta segunda-feira (9), aos 93 anos, o ator e dublador Telmo Perle Münch, mais conhecido como Telmo de Avelar. Ele estava internado em um hospital na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, para tratar um câncer em estágio avançado.

Nascido em 1923 em Curitiba, capital do Paraná, Telmo de Avelar estava afastado dos palcos e da dublagem e morava há um ano no Retiro dos Artistas, sempre com a família por perto. Ele foi a voz oficial do Pateta no Brasil nos anos 60, 70 e 80 e também dublou Ludovico Von Pato nos desenhos da Disney.

Outros personagens de Telmo em mais de 50 anos de carreira na dublagem foram o Sr. Olivaras (John Hurt) em "Harry Potter e a Pedra Filosofal" (2001), Sr. Wing (Keye Luke) em "Os Gremlins" (1984), Padre Gionetti (David Bradley) em "Exorcista: o Início" (2004) e Chef Louis em "A Pequena Sereia" (1989).

Montagem com o dublador Telmo de Avelar e seu personagem mais famoso, Pateta (Crédito: Reprodução)
Montagem com o dublador Telmo de Avelar e seu personagem mais famoso, Pateta (Crédito: Reprodução)

Telmo se destacou como diretor e tradutor de séries como "Família Dinossauro" e animações da Disney como "Aladdin", "O Rei Leão" e "A Pequena Sereia". Em "A Bela e a Fera", as músicas adaptadas por ele foram usadas em um musical da Broadway trazido para o Brasil.

Também é de Telmo a versão brasileira de "Heigh-Ho", música cantada pelos sete anões na animação "Branca de Neve" (1937): "Eu vou, eu vou, para casa agora eu vou".

"Era uma pessoa muito talentosa e amava o que fazia. Cresci vendo ele compondo as músicas. Traduzia os filmes e se preocupava com as falas em português para não ficar apenas uma tradução, fazia com qualidade", relembra Isabela, filha única do ator.

Na TV, Telmo interpretou Fausto Paiva, técnico do Flamengo, em "Irmãos Coragem" (1970), o fazendeiro Alípio Sá em "Nina" (1977) e o delegado Sandoval em "Pai Herói" (1979), novela reprisada atualmente pelo canal pago Viva. Ele também dirigiu e atuou em radionovelas e peças de teatro.

Telmo de Avelar deixa sua mulher, Tereza, sua filha única, Isabela, e dois netos, Maria Fernanda e João Roberto. Informações sobre velório e enterro serão divulgadas em breve.

Fonte: Com informações do Uol