Investigada, Gabriela Pugliesi diz que é vítima de perseguição

Gabriela Pugliesi está sendo investigada pelo CREF1

Gabriela Pugliesi está sendo investigada pelo CREF1 (Conselho Regional de Educação Física do Rio de Janeiro). Denúncias de profissionais da área chegaram à instituição acusando a blogueira e o namorado, Erasmo Viana, de dar aula de ginástica em um evento da Unilever na praia da Barra.

As acusações pedem maior fiscalização de atividades promovidas por blogueiros fitness. Como não são formados, Gabriela e Erasmo estariam exercendo a profissão ilegalmente. 

Investigada, Gabriela Pugliesi diz que é vítima de perseguição
Investigada, Gabriela Pugliesi diz que é vítima de perseguição


Os blogueiros foram convidados pela Unilever que confirmou a participação do casal, nas desmente que Pugliesi e Erasmo deran aula de ginástica. "Na ocasião, uma professora de educação física ministrou atividades esportivas para funcionários da empresa com o objetivo de disseminar conceitos como saúde e bem-estar entre os colaboradores. Gabriela Pugliesi e Erasmo Viana fizeram a atividade como alunos com o intuito de motivar os participantes", diz o comunicado. 

Investigada, Gabriela Pugliesi diz que é vítima de perseguição
Investigada, Gabriela Pugliesi diz que é vítima de perseguição


Nesta terça-feira (7), a blogueira afirmou que está sendo vítima da perseguição de "haters". "Essas pessoas ['haters'] parecem viver em função do que eu faço, literalmente me perseguem, estão sempre procurando alguma brecha para me prejudicar". 

Apesar da denúncia, Pugliesi afirma que apenas acompanhou as aulas, e não as ministrou.  

Fonte: Com informações da Uol
logomarca do portal meionorte..com