Jim Carrey é acusado de ter introduzido ex em mundo de "cocaína"

A ex teria deixado uma carta escrita através de seu iPad

Uma suposta carta da atris Chathriona White, ex-namorada de Jim Carrey, que se suicidou em 2015, foi divulgada esta semana onde a atriz afirma que o ator a teria introduzido a um mundo de "cocaína, prostitutas, abuso mental e doenças".

A nota teria sido escrita por Whit em 8 de Abril de 2013 usando o seu iPad onde ela "Você me deu HSV e HPV, eu quero que você se desculpe por isso porque se preocupa o suficiente. Quando eu te conheci, você me apresentou à cocaína, prostitutas, abuso mental e doenças", escreveu ela.


A mãe de White, Bridget Sweetman e o ex-marido da atriz estão processando Carrey acusando o ator de ter ajudado a matar a sua namorada.

No processo, a acusação diz que o ator usou nome falso para conseguir a medicação usada por White há dois para se matar há dois anos mesmo sabendo que ela sofria de depressão e que já havia tentado o suicídio antes. 

Eles também alegam que o ator, que tem 55 anos, a transmitiu três DST's sem avisá-la.

Em contrapartida, Jim Carrey denunciou na última sexta-feira (29), o advogado da família, Filippo Marchino, onde alegava que o processo movido contra ela pela mãe e o ex-marido de querem apenas extorqui-lo.

Fonte: redetv.uol
logomarca do portal meionorte..com