O cantor Leandro Lehart, do famoso grupo Art Popular, foi condenado a quase 10 anos de prisão por estuprar e manter uma mulher em cárcere privado. A informação foi divulgada pelo jornalista Reinaldo Gottino, no Balanço Geral, desta sexta-feira (16), na tela da Record TV.

“Condeno o réu Paulo Leandro Fernandes Soares pelos crimes de estupro e cárcere privado, com pena de 9 anos, 7 meses e 6 dias de reclusão e 24 dias-multa, em regime inicial fechado. O réu poderá apelar em liberdade”, disse Gottino, ao vivo no programa, ao ler um trecho da decisão do juíz responsável pelo caso. 

Leandro Lehart, do Art Popular, é condenado por estupro e cárcere privado (Foto: Record TV)Leandro Lehart, do Art Popular, é condenado por estupro e cárcere privado (Foto: Record TV)Apesar da condenação, Leandro responderá o processo em liberdade e não deve ser preso até que o processo transite em julgado, ou seja, o cantor só será preso depois que seus advogados esgotarem todos os recursos de defesa possíveis.

Leandro Lehart é o responsável pelos hits Pimpolho e Agamamou. Cantor já  produziu álbuns de Eliana e participou da Casa do Artistas, reality show exibido pelo SBT em 2001. Recentemente o compositor foi contratado pela Disney para escrever uma nova canção para o personagem Zé Carioca.