"Virei um nome maldito na Globo", diz Luana Piovani

A entrevista foi ao ar no canal do youtube de Antônia

Luana Piovani deu o que falar mais uma vez. A atriz foi a convidada do canal do Youtube de Antônia Fontenelle. Na entrevista, a Luana não guardou segredo e revelou tudo sobre assuntos polêmicos como a liberação da maconha, violência doméstica sofrida pelo ex-namorado Dado Dolabella, a traição de Rodrigo Santoro e sobre sua relação de amor e ódio com a Rede Globo.

“Sempre me coloquei, é por isso que lá dentro (na Globo) virei um nome não sei se maldito… Mas ao mesmo tempo é curioso porque eles sempre me convidam para fazer coisas. Pra mim as coisas são simples e claras. Existem direitos que me são dados e a culpa não é minha. Houve um sindicato que já disse coisas como tempo de descanso, que te mostram que você vai ter um dia justo e honesto de trabalho“, contou ela.

Não sei porque as pessoas se surpreendem quando acaba uma diária e eu agradeço o dia de trabalho, pego minha bolsa e vou embora. Ou se uma gravação que era pra acabar às 21h, termina às 23h e quando falam que o carro vai me pegar no outro dia às 5h da manhã eu digo que pela lei ele tem que me pegar às 10h. Isso faz com que as pessoas me interpretem como prepotente. Não sou prepotente. Sou potente. Conheço meus deveres e cumpro com eles”, continuou 

Luana Piovani solta o verbo em entrevista para Antônia Fontenelle
Luana Piovani solta o verbo em entrevista para Antônia Fontenelle


Chego no horário, sei meu texto. Agrego artisticamente, sei o tipo de artista que eu sou e isso me dá segurança. Acho que até por isso que sou chamada. Pode haver uma retaliação, mas me imponho. É uma relação maluca de amor e ódio“, explicou Piovani.

Vítima de agressão do então namorado Dado Dolabella, em 2008, Luana falou sobre sua participação ao ajudar mulheres que passaram - e ainda passam - por traumas da violência doméstica. "A gente ia morar junto em duas semanas, a gente já tinha escolhido a casa", relembrou ela sobre a relação com o ator e cantor.

Luana Piovani solta o verbo em entrevista para Antônia Fontenelle
Luana Piovani solta o verbo em entrevista para Antônia Fontenelle


"As mulheres me procuram, os movimentos me procuram. Semana passada eu fui pra São Paulo participar de um debate que falava da violência doméstica. Sou super ativa dentro disso. É o que me cabe. As pessoas me procuram no Instagram", completou Luana, que ainda disser que não recebeu apoio.

"As pessoas não me estenderam a mão. Ouvi demais que 'fiquei porque quis', 'será que é verdade?', 'será que ela não fez isso pra chamar a atenção?', 'será que não estavam bêbados?'... Como se o fato de ficar bêbado fizesse merecer você tomar porrada".


Fonte: Com informações da Quem
logomarca do portal meionorte..com