Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Mãe conta reação após irmão de Luciano Huck revelar ser gay

Marta recorda que teve uma noite mal dormida e que no dia seguinte não conseguiu dar aula por não ter condições emocionais, mas que, com o tempo, "cresceu nesse processo".

Compartilhe

O cineasta Fernando Grostein, irmão de Luciano Huck, fez uma live com a mãe, a urbanista e professora universitária Marta Grostein, para contar como a família reagiu ao saber da sua sexualidade. No papo, Marta narrou o momento marcante de quando o filho se expôs para a família durante um jantar em que estavam ela, o padrasto de Fernando, Andrea, e o irmão, Luciano Huck, quando o cineasta tinha 21 anos.

"Começamos a jantar e lá pelas tantas você falou: 'mãe, eu sou gay'. Essa revelação foi muito inesperada para mim, me pegou de surpresa, desprevenida, algo que nunca tinha passado pela minha cabeça. Imediatamente muitos fantasmas vieram à minha mente, e eu comecei a chorar. Foi a minha reação instantânea. Tudo me dava medo, um medo do que você podia sofrer na vida, do que podia te acontecer, das dificuldades que você podia passar...", lembra Marta.

Ela seguiu explicando que, com o passar dos dias, foi percebendo o quanto o filho foi verdadeiro e corajoso para enfrentar o momento. "Me lembro muito de você dizer que não queria ser excluído do convívio das pessoas que ama. Acho que essa tua fala foi muito forte para nós".

Marta recorda que teve uma noite mal dormida e que no dia seguinte não conseguiu dar aula por não ter condições emocionais, mas que, com o tempo, "cresceu nesse processo".

"Em momento algum, a tua família te deixou de lado, pelo contrário, você continua sempre a pessoa maravilhosa, verdadeira e afetuosa que é. Não vou dizer que tudo foi fácil, porque foram muitas novidades ao mesmo tempo, e eu fui aprendendo, passei a ver as coisas com outros olhos. Eu deduzo que a gente tem que estar aberto na vida para aprender e crescer. E todo o processo de crescimento é dolorido, mas aprendemos muito nesse processo. A única forma de você vencer preconceito é enfrentar a verdade e aceitar os processos de transformações que os filhos têm".

A urbanista explica que teve medo do filho sofrer violência nas ruas e preconceito da sociedade. "Mas depois que tudo é absorvido, tudo se torna muito normal. Todos esses fantasmas viram nada. Não foi um caminho fácil nem para você nem pra gente. Mas não quer dizer que não foi bom".

Durante o papo Fernando, hoje com 39 anos, relembrou um episódio de quando tinha 11 e era zoado no colégio por cultivar orquídeas. "Claro, que, cultivar flor, não é significado de ser gay, mas é uma coisa que foge do padrão do que se espera de um menino, que é jogar futebol. Mas estou falando isso para dizer que a gente sofre com homofobia também dentro da gente. Para eu chegar e contar os pais, os obstáculos tinham que ser vencidos dentro da gente", disse ele, que chamou o marido, o ator Fernando Siqueira, de 22 anos, para participar da live.

Luciano Huck, acompanhou a live de casa e mandou um recado para o irmão sobre o cunhado, que leu ao vivo: "Fê foi um presente para a nossa família", disse o apresentador na mensagem.

Assista





Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar