MP reabre processo contra Justin Bieber por pichação no Rio

Na época, ele chegou a ser autuado por crime contra o ordenamento

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) reabriu, nesta terça-feira, o processo contra Justin Bieber que teve início depois que o cantor pichou um muro do Hotel Nacional, em São Conrado, na Zona Sul do Rio, durante sua última passagem pelo Brasil, em 2013.

Na época, ele chegou a ser autuado por crime contra o ordenamento urbano e o patrimônio cultural, mas o processo foi suspenso porque o cantor saiu do Brasil e não foi encontrado para assinar o mandado de citação expedido contra ele. Como Bieber vai voltar ao Brasil para shows ainda este mês, um novo mandado de citação será encaminhado para ser assinado pelo artista, que precisa ser notificado oficialmente da acusação.

— Como se certificaram que ele mora em país estrangeiro, o processo foi suspenso, inclusive a data de prescrição. Se ele volta ao país, o processo tem que ser reaberto — explicou o delegado Maurício Mendonça, responsável pela ocorrência em 2013.

Justin Bieber tem shows de sua turnê "Purpose" marcados no dia 29 de março, no Rio de Janeiro e nos dias 1 e 2 de abril, em São Paulo.

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Jornal Extra