Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Namorada do goleiro Jean pode cumprir 116 anos de prisão

As investigações do caso foram feitas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado.

Compartilhe

Nova namorada do goleiro Jean, a influenciadora digital e gamer Shay Victorio foi condenada e pode ter que cumprir 116 anos de prisão por estelionato, além do pagamento de multa. A ação ainda cabe recurso. A Coluna do Leo Dias descobriu que a blogueira, quando era sócia do seu ex-marido e do seu pai em uma empresa de comércio varejista online, foi processada e o Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP) ouviu 118 pessoas que acusaram a loja de nunca ter entregue as mercadorias compradas. As informações são do Leo Dias, no Uol.

As investigações do caso foram feitas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) e como prova foram quebrados os sigilos fiscais, bancários e e-mails de Shayene Victorio, nome verdadeiro da blogueira. Apesar da condenação, que a juíza fixa em regime inicial fechado, a namorada do jogador do Atlético-GO pode recorrer em liberdade.

A Coluna do Leo Dias procurou o MPSP para entender melhor a denúncia e o órgão enviou a sentença do caso, já que os promotores não comentam o assunto. 

A influenciadora, o pai e seu ex-marido foram processados, segundo a denúncia, pelos supostos crimes ocorridos entre o ano de 2013 a novembro de 2017 em Sorocaba, no interior de São Paulo, cidade onde Shay morava até assumir o romance com o goleiro Jean. 

"Importante acrescentar que restou comprovado que a ré Shayene tinha conhecimento das ilicitudes ocorridas na empresa de sua propriedade, pois, no e-mail trocado entre ela e o advogado Y., tal acusada demonstra claramente sua preocupação em relação ao fato de a empresa estar sem endereço físico, comprovando que tinha ciência acerca da ausência de estoque de mercadorias disponíveis para venda aos consumidores. Some-se a isto o fato de que a vítima X. afirmou que, após não receber a mercadoria adquirida por meio do site "Megazine.net", entrou em contato com a empresa, via telefone, oportunidade em que foi atendida por uma pessoa de nome Shayene, a qual que informou que o caminhão que estava efetuando a entrega dos bens havia tombado e danificado todos os produtos, razão pela qual necessitavam de um novo prazo de sessenta dias para realizar a entrega dos produtos, no entanto, nunca recebeu a mercadoria", diz a juíza responsável pelo caso durante a condenação.

A juíza ainda acrescenta na sentença: "Não há dúvidas de que tal atendente se trata da ré, especialmente por se tratar de um nome incomum. Ressalta-se que várias vítimas informaram que, ao entrarem em contato com a empresa inadimplente, recebiam justificativas semelhantes à esta narrada pela vítima X., porém, nenhuma delas lograram êxito em receber as mercadorias compradas ou obter o ressarcimento dos valores pagos pelos produtos". 

'Sentença desumana', define advogado de Shay 

Procurada por e-mail, a influenciadora Shay Victorio pediu que seu advogado, Dr. Antônio Carneiro, se manifestasse sobre o processo. Ele enviou um e-mail para a Coluna do Leo Dias alegando que recorrerá à sentença, que considera 'desumana'.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar