Pabllo Vittar comenta sucesso e critica 'cura gay': 'Dano violento'

Cantora drag caiu nas graças do ator Fábio Assunção

A semana de Pabllo Vittar foi de grandes emoções. Depois de se apresentar ao lado de Fergie no Palco Mundo do Rock in Rio, no sábado (16), e de ter recebido uma homenagem de Fábio Assunção nas redes sociais, ela e toda a classe LGBT se depararam com a polêmica em torno da "cura gay", depois que a Justiça Federal concedeu uma liminar absurda afirmando que a homossexualidade deve ser encarada por psicólogos como doença.

"Isso é um retrocesso inexplicável. Não me sinto doente, não somos doentes. Medidas como essa causam danos imensuráveis e violentos", afirma ela, que encontrou conforto nas palavras carinhosas do ator Fábio Assunção.

"Não a conhecia. Não sabia dos seus hits e nunca tinha acessado sua rede social. Te vi no palco e você se materializou com propriedade. Chutou a bagaça toda e oficializou a liberdade de ser e estar. Venho aqui te aplaudir", postou ele.

"São declarações como essa que me dão energia para seguir em frente com mais dedicação ainda. É ótimo ver que a minha mensagem está ajudando mais e mais pessoas", orgulha-se Pabllo, emocionada.

Em momento de extrema ascensão, a cantora trans conta um pouco sobre como foi a parceria no palco com Fergie. "Ela e sua equipe me trataram tão bem, que parecíamos amigas de tempos. Falo pouquíssimo inglês, quase nada. Comecei um curso intensivo agora. Mas consegui me comunicar bem com ela", revela.

Fonte: Com informações da Revista Época
logomarca do portal meionorte..com