Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Prêmio do Big Brother não deixa mais vencedor milionário; entenda!

Prêmio de R$ 1,5 milhão já não vale tanto quanto já valeu um dia.

Prêmio do Big Brother não deixa mais vencedor milionário; entenda!
munik | divulgação
Compartilhe
Google Whatsapp

Para quem tem o sonho de se tornar milionário através do “BBB”, esqueça. O prêmio de R$ 1,5 milhão já não vale tanto quanto já valeu um dia.

Como o programa não tem reajuste desde o “BBB 10”, a premiação sofreu com a inflação dos últimos sete anos, como informa Daniel Castro. Dessa forma, o poder de compra de R$ 1,5 milhão hoje equivale a pouco mais de R$ 967 mil.

É o que diz Agostinho Pascalicchio, professor de economia da Universidade Mackenzie. “A inflação é medida com base numa cesta de mercadorias padrão e mostra o quanto o real perdeu de seu poder de compra. Ou seja, com o mesmo dinheiro de 2010, hoje você compra muito menos”, declara. Confira uma tabela abaixo que mostra o poder de compra do vencedor:

Marcelo Dourado (“BBB”10): R$1.500.000,00

Maria Melilo (2011):  R$1.400.298,00

Fael Cordeiro (2012): R$1.332.385,00

Fernanda Keulla (2013): R$1.251.000,00

Vanessa Mesquita (2014): R$1.177.000,00

Cézar Lima (2015): R$1.088.000,00

Munik (2016): R$ 995.817,56

? (2017): R$ 967.367,47

Como a inflação acumulada de março de 2010 até dezembro de 2016 é de 55,06%, o prêmio do “BBB” perdeu mais de R$ 530 mil de seu poder de compra, e poderá cair ainda mais até a entrega. “É algo natural, já que não foram inclusas no cálculo as inflações de janeiro, fevereiro e março deste ano”, explica o professor.

Além disso, se os valores dos prêmios fossem corrigidos para os dias de hoje, este seria um dos cinco piores prêmios dos 17 anos de reality (lembrando que no começo o valor era de R$500 mil). Perderia apenas para Kléber Bambam (“BBB” 1), Rodrigo Cowboy (“BBB” 2), Dhomini Ferreira (“BBB” 3) e Cida Santos (“BBB 4”).

O maior prêmio seria o de Marcelo Dourado, de 2010. Reajustado, seu prêmio chega a R$ 2.325.900 hoje. “Foram anos em que a inflação teve índices maiores. Em 2002 e 2015, por exemplo, ela ultrapassou a taxa de 10% ao ano”, comenta Panzarin sobre as desvalorizações.


Munik levou R$ 995.817,56
Munik levou R$ 995.817,56




Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×