Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Relação a três de Ronaldinho Gaúcho vira processo por agressão

Ex-noiva de Ronaldinho Gaúcho tentou acordo antes de processo por indenização e partilha

Compartilhe

Priscilla Coelho, que manteve durante seis anos uma relação de idas e vindas com Ronaldinho Gaúcho, tentou um acordo com o ex-jogador para não processá-lo. Na última semana, ela esteve na casa em que morou com R10, na Barra, para terem uma conversa. No dia, aconteceu um dos famosos pagodes organizados pelo craque e alguns amigos estranharam a presença de sua ex-noivas. (Ele continua firme com a outra, Beatriz Souza). As informações são do Extra.

Priscilla, Beatriz e Ronaldinho Gaúcho (Foto: Reprodução)

“Em dezembro, dez dias antes do réveillon, a Priscila fez um escândalo na frente e todos os amigos dele porque pegou várias mensagens entre o Ronaldo e uma garota. Foi o maior barraco e ele mandou os seguranças a tirarem da casa. Botou ela pra fora e mandou não voltar mais”, conta uma das pessoas que estava presente.

Priscilla voltou para Belo Horizonte, onde morava, só com as malas de roupas. O emprego na área de marketing já não existia mais e após o relacionamento com Ronaldinho ficou mais difícil arrumar uma colocação. Ela então decidiu abrir um processo contra o ex. Conforme noticiado pelo “Blog do Leo Dias”, Priscilla está pedindo na Justiça uma indenização e partilha de bens referentes ao tempo em que viveu com o ex-jogador, entre 2012 e dezembro de 2018.

Nos autos, ela diz ter vivido uma relação com Ronaldo e uma terceira pessoa, que foi aceita por ela na relação a pedido do ex-jogador. No processo, ela ainda acusa Ronaldinho de agredi-la com um empurrão, no dia 17 de dezembro de 2018, na rua do condomínio onde eles moravam, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Priscilla não registrou queixa na polícia, mas as acusações de violência que estão no processo são baseadas na Lei Maria da Penha.

Até o processo ser distribuído, Priscilla Coelho não assumia ter um relacionamento com Ronaldinho Gaúcho. A jornalista processou vários veículos de comunicação que afirmaram que os dois viviam uma união estável por dizer que eram apenas amigos. No tempo pós-término, Priscila postou algumas indiretas sobre a relação e tratou de perder oq quilinhos adquiridos na época em que dividiu a casa com o ex-jogador e com a outra noiva.

Priscilla e Ronaldinho Gaúcho (Foto: Reprodução)

Priscilla e Ronaldinho Gaúcho (Foto: Reprodução)



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar