Rômulo Arantes ganha indenização do Google por vídeo íntimo vazado

Ex-namorado de Cleo Pires pedia que a empresa retirasse da rede

O Google Brasil foi condenado a indenizar o ator Rômulo Arantes Neto em R$ 10 mil por permitir que um vídeo íntimo do ator continuasse no ar após ser vazado por hackers.

A decisão foi da 19ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro em ação movida por Arantes.

O ex-namorado de Cleo Pires pedia que a empresa retirasse da rede, em 24 horas, o vídeo íntimo gravado em local privado, em 2011, e que foi captado clandestinamente por terceiro que o publicou na internet.

O desembargador Ferdinaldo Nascimento manteve o valor da indenização e rejeitou o embargo de declaração proposto pelo Google, que seria o pedido de esclarecimento de alguns pontos da decisão judicial.

Vale destacar que, em novembro de 2017, o Google venceu em primeira instância e não precisou desembolsar R$ 250 mil, valor requisitado pelo artista - que recorreu e acabou vencendo a ação. 


Rômulo Arantes Neto
Rômulo Arantes Neto


Fonte: Famosidades
logomarca do portal meionorte..com