O encontro entre Solange Almeida e Lauana Prado, resultou a parceria no clipe Eclipse do Meu Coração”, com lançamento para a próxima sexta-feira(09), em todas as plataformas de música.

O novo sucesso, é uma composição de Lauana e parceiros, e teve como inspiração uma história de amor vivida pela própria cantora. A letra relata um término de relacionamento, mas de uma forma debochada, pra cima e irreverente. A famosa "volta por cima" e tem uma nostalgia por ser uma versão de um dos maiores clássicos da década de 80 - ‘Total Eclipse of Heart’, da Bonnie Tyler - e ao mesmo tempo tem um frescor, com papo e arranjo muito atuais com o toque do forró.Solange Almeida e Lauana Prado lançam novo hit juntas: “Eclipse do Meu Coração”Solange Almeida e Lauana Prado lançam novo hit juntas: "Eclipse do Meu Coração"

A gravação do clipe aconteceu no Palácio do Cedros, em São Paulo, sob direção de Mess Santos. Vários elementos técnicos que aparecem no clipe original da década de 80, foram usados na versão atual.

“A música é uma composição minha com parceiros. Escrevemos a música pensando em uma história de amor que eu já vivi, acredita? Quando a música ficou pronta, trouxemos ela pro forró e mandei pra Sol imediatamente. Talentosa, poderosa e bem resolvida, essa história pedia uma mulher de peso do nosso forró para dar voz a ela. Sempre acompanhei o trabalho da Solange, sou muito fã e com o tempo criamos uma amizade. Ser convidada pra cantar essa música ao lado dela foi muito especial. Quando a gente se encontrava nos bastidores falávamos sobre gravar juntas algum dia e essa moda caiu como uma luva. Espero que essa parceria chegue no coração dos nossos fãs assim como têm sido pra nós”, diz Lauana Prado.

 Solange Almeida destacou como Lauana é uma compositora de mão cheia. "Uma amiga talentosíssima. Nossos encontros sempre foram incríveis e sempre conversamos sobre parceria. Já compomos juntas. Ela é como eu, adora passar uma ‘roedeira’ para o papel. O meu primeiro sucesso em carreira solo ‘Duas e 23’ é minha e de Lauana mais parceiros, fizemos na casa da Roberta Miranda. Como amo fazer versões, quando ela mostrou a música, de cara aceitei e a convidei para gravar comigo. Desde muito pequena sempre fui à frente do meu tempo em relação a gosto musical. Tenho uma grande memória afetiva pela música porque remete muito à minha infância", afirma.