A 12ª edição do Festival de Teatro Lusófono (FestLuso) 2022 começa, nesta segunda-feira, 22, com vasta programação de espetáculos falantes da língua portuguesa, que reúnem companhias piauienses, de Pernambuco, São Paulo, Portugal, Moçambique, Guiné Bissau, Cabo Verde, de Angola e a grande novidade, a presença da Argentina, e passa a incluir outra derivação do latim. A abertura será às 19h, no Theatro 4 de Setembro, com a peça “Estudo nº1: Morte e Vida”, do Grupo Magiluth, de Pernambuco. Às 21h, acontece o show “Gostosa Sensação”, com Jamile Jah, no Espaço Cultural Osório Junior (Clube dos Diários).

As apresentações serão gratuitas com um número limite de espectadores e o uso de máscara será obrigatório. Para ter acesso a cada apresentação, o público deve chegar até meia hora antes para ter acesso à senha. No caso das oficinas, serão permitidas até 25 pessoas por turma.

O FestLuso teve sua primeira edição em 2008 e, de lá para cá, apenas duas não foram realizadas, em 2014 e em 2020, esta devido à pandemia. O FestLuso é um evento de grande representatividade, com prestígio fora dos limites do Piauí, respeitado e conhecido no mundo e nos grandes festivais internacionais. Embora o foco sejam as apresentações teatrais, traz vieses paralelos e significantes, como o programa educativo, com oficinas, debates, intercâmbio, rodas de conversas, lançamentos de livros e também uma programação com shows musicais.

O evento inova este ano com a inclusão de países da América Latina, proposta essa que deverá continuar no decorrer dos anos. Por isso, uma das novidades é a estreia de grupo cênico da Argentina, “Viejos (Velhos)”, com Sergio Mercurio.

FestLuso 2022 começa nesta segunda (22) e reúne espetáculos de sete países - Foto: AscomFestLuso 2022 começa nesta segunda (22) e reúne espetáculos de sete países - Foto: Ascom

“O FestLuso tem um conjunto de políticas inseridas na sua proposta desde a primeira edição com o intuito de estreitar o conhecimento, as trocas que a cultura entre os países proporciona no evento e gerar mais saberes e referências para o crescimento da arte cênica. A gente já vem pensando desde alguns anos de o festival abrir, tanto nas questões estéticas, quanto nas questões de financiamentos, que garantam a existência do evento, com novos parceiros. Precisamos, portanto, encontrar novas parcerias. E a inserção de grupos artísticos da América Latina e para os grupos de língua espanhola possibilitam essas parcerias financeiras vitais”, disse o curador e coordenador geral do FestLuso, Francisco Pellé.

Outra novidade é a ampliação da programação que estará mais descentralizada em palcos da cidade, entre eles o Theatro 4 de Setembro, Espaço Cultural Trilhos, CMEI Joel Mendes, Escola de Música de Teresina, Luxor Hotel, Espaço Cultural Osório Júnior e a volta de apresentações no Teatro Municipal João Paulo II. Além disso, uma programação musical específica e o programa formativo, com oficinas.

Uma das atrações desta edição, será a estreia no Estado da rainha das cirandas, Lia de Itamaracá. A artista pernambucana ficou conhecida no Brasil e no mundo por ser referência de cantora de ciranda. A apresentação será no Espaço Cultural Trilhos, no próximo dia 27, às 22 horas.

Outro destaque será a performance de três atores lusófonos atuando juntos em “Encontro de Estórias”. Klemente Tsamba, de Moçambique, Adriano Reis, de Guiné Bissau, e Jacinto António Mango, de Cabo Verde, se apresentarão no Teatro Municipal João Paulo II, no dia 25, às 19 horas. Eles levarão ao público um diálogo performático da África que, recorrendo ao universo dos contos tradicionais de seus países de origem, se metamorfoseiam em matéria-prima flexível, na busca de novos paradigmas sobre o papel da oralidade na era contemporânea.

O Grupo Harém de Teatro, de Teresina, também fará sua segunda apresentação de estreia do espetáculo “Esperando Godot”, escrita pelo dramaturgo irlandês Samuel Beckett. A peça traz a narrativa de dois vagabundos que, enquanto esperam a inalcançável personagem do “Senhor Godot”, comem nabos e brincam com seus chapéus, enquanto fazem narrativas sobre suas vidas e os bons tempos onde eram felizes. Uma fábula de uma espera sem fim por alguém que nunca chega. Com dramaturgia e encenação de Arimatan Martins, “Esperando Godot” tem no elenco os atores Francisco de Castro e Fernando Freitas.

O FestLuso 2022 tem realização do Grupo Harém de Teatro; patrocínio da Equatorial Piauí por meio da SIEC; Secretaria de Estado da Cultura do Piauí – SECULT – Governo do Estado do Piauí e Piauí 200. Apoio: Fundação Municipal de Cultura – FMC e Prefeitura Municipal de Teresina. Produção: Navilouca Produções.

Confira a programação completa do FestLuso 2022:

Dia 22 de agosto (segunda-feira)

Abertura Oficial

19h – Estudo nº1: Morte e Vida – Grupo Magiluth – Pernambuco – Brasil

Local: Theatro 4 de Setembro

21h – Show Gostosa Sensação – Jamile Jah

Local: Espaço Cultural Osório Junior (Clube dos Diários)

Dia 23 de agosto (terça-feira)

9:30h – Rodas de Conversas: Relatos e Processos

Local: Sala Metara (Luxor Hotel)

19h – Esperando Godot – Grupo Harém de Teatro – Piauí – Brasil

Local: Teatro Municipal João Paulo II

21h – “4,5,4,3…Um passo por vez” – Cynthia Margareth/Aflorar Cultura – São Paulo – Brasil

Local: Teatro Estação (Espaço Cultural Trilhos)

Dia 24 de agosto (quarta-feira)

9:30h – Rodas de Conversas: Relatos e Processos

Local: Sala Metara (Luxor Hotel)

15h às 17h – Oficina Diálogos de Produção

Local: Auditório Maestro Reginaldo Carvalho – Escola de Música de Teresina

19h – Hamlet Cancelado – Um solo de Vinícius Piedade – São Paulo – Brasil

Local: Theatro 4 de Setembro

21h – Caso do Vestido – Coletivo CAPEMGA – Piauí – Brasil

Local: Teatro Estação (Espaço Cultural Trilhos)

Dia 25 de agosto (quinta-feira)

9:30h – Rodas de Conversas: Relatos e Processos

Local: Sala Metara (Luxor Hotel)

15h às 17h – Oficina Diálogos de Produção

Local: Auditório Maestro Reginaldo Carvalho – Escola de Música de Teresina

19h – Encontro de Estórias – Klemente Tsamba, Adriano Reis e Atcho Express – MOÇAMBIQUE/GUINÉ BISSAU/CABO VERDE

Local: Teatro Municipal João Paulo II

21h – Virgens à Deriva – COTJOC – Piauí – Brasil

Local: Teatro Estação (Espaço Cultural Trilhos)

Dia 26 de agosto (sexta-feira)

9h – O Pega Sol – Grupo Harém de Teatro – Piauí – Brasil

Local: CMEI Joel Mendes

9:30h – Rodas de Conversas: Relatos e Processos

Local: Sala Metara (Luxor Hotel)

19h – Viejos(Velhos) – Sergio Mercurio – Argentina

Local: Theatro 4 de Setembro

21h – Provavelmente Saramago – Vinícius Piedade /MUSGO – BRA/POR

Local: Teatro Estação (Espaço Cultural Trilhos)

Dia 27 de agosto (sábado) – Local: Espaço Cultural Trilhos

20h – Grupo Afro Cultural Ylu Ayê

21h – Show Preto Kedé

22h – Show Ciranda Lia – Lia de Itamaracá

Dia 28 de agosto (domingo)

19h – Amêsa ou A Canção do Desespêro – Elinga Teatro – Angola

Local: Theatro 4 de Setembro

Maiores informações sobre cada programação acessar nossos canais

Instagram: @festluso_oficial

Facebook: @festluso

Site: festluso.blogpost.com