Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Gravidez deixa os cabelos mais bonitos

Ficar grávida pode deixar os cabelos mais bonitos

Compartilhe

Já ouviu por aí que o cabelo de grávida cai muito? E que fica oleoso? Já reparou que as gestantes que costumavam tingir os fios param de fazer retoques e ficam com centímetros de raiz? Parece uma regra: mulher grávida abre mão do cuidado com o cabelo. Dizem que tudo faz mal, mas será que é assim mesmo?

Contrariando o mito de que cabelo de grávida não pode receber cuidados, o tricologista Valcinir Bedin afirma que é durante a gestação que o cabelo atinge seu auge. “A gravidez é um período muito bom para os cabelos porque os hormônios femininos estão aumentados em relação ao hormônios masculinos, que são os responsáveis pela queda de cabelos e pela oleosidade dos fios”, diz o dermatologista.

Até a crença de que não se pode tingir os cabelos durante a gestação é incorreta. Segundo o especialista, no passado as tinturas eram feitas com metais pesados, como o chumbo, o que fazia com que os médicos proibissem as tinturas. “Hoje isso não ocorre mais e as tinturas podem ser usadas, mas tem que haver o cuidado com os processos alérgicos, uma vez que o couro cabeludo é muito vascularizado e pode responder com alergia ao contato com a tintura. Do ponto de vista puramente médico não há problemas em se utilizar nenhuma tintura autorizada pelo Ministério da Saúde”, diz Bedin.

Outro benefício que a gestação traz para a mulher é o aumento no ritmo de crescimento dos fios e a maior duração da fase anógena dos fios, o que faz parecer que a mulher ganha quantidade de fios. “O problema é que, após aproximadamente quatro meses do parto, tudo volta ao normal e os cabelos que ficaram mais tempo na cabeça caem, dando uma sensação maior de queda, chamada de eflúvio telógeno”, diz.

A queda maior do que o normal pode ser indício de falta de nutrientes. A gestante deve falar com o médico e procurar um nutricionista para equilibrar a dieta e evitar sobrepeso.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar