Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Jornalista piauiense dirige programa de TV na Argentina

Disputa Santa é um reality documental que aborda a multiplicidade de gêneros e que coloca em cena a estética drag com recursos de crossmidia e livestreaming

Jornalista piauiense dirige programa de TV na Argentina
Reality Disputa Santa | Divulgação
Compartilhe

O programa Disputa Santa, que estreou na Argentina neste domingo (1º de novembro), é dirigido pela jornalista, produtora audiovisual e doutora em Comunicação, Thays Teixeira. A maranhense radicada e criada no Piauí, piauiense de coração, como se autodeclara destaca que a experiência de dirigir e produzir em outro país é um desafio importante em sua carreira.  

“Nunca pensei que a produção televisiva fosse fazer parte da minha carreira como comunicadora. Por anos trabalhei em jornal impresso e em pesquisa científica. Ingressar ao mundo audiovisual tem sido um desafio cotidiano e claramente, dirigir um programa deste rol pela primeira vez com certeza nos deixa com frio na barriga, mas também maravilhada e orgulhosa”, relata a diretora. Thays Teixeira trabalhou no Jornal Meio Norte por oito anos, nos quais por cinco foi editorialista.  

O reality documental dirigido por Thays pretende selecionar a melhor performance Drag queen na Argentina incorporando uma linguagem televisiva que desafia o binarismo de gênero e mostra as possibilidades na construção de personagens artísticos com essa estética histórica.  

“Partimos da ideia de drags não binárias, drag como performances artísticas construídas historicamente pelo público LGBTIQ+, pensando também a multiplicidade de gêneros. A ideia da arte drag queen sai daí, do gênero como algo múltiplo, não apenas dois. E vamos percebendo essa noção ao longo dos capítulos, quando começam a construir suas personagens, quando cada um des participantes falam de suas existências”, explica a diretora, argumentando que o episódio final ao vivo, 28 de novembro, culminará de forma magistral todas essas questões.   

Nesse sentido sabemos que não é uma coincidência que os 12 episódios que compõem o reality documental sejam exibidos no mês de novembro, quando se destaca em todo o mundo o orgulho LGBTIQ+. “Lançar essa produção inovadora na televisão argentina que visibiliza y empodera este movimento estético não partiu do nada, e muito menos sem um propósito bem definido”, comenta Thays Teixeira.  

Disputa Santa é o primeiro programa em formato reality documental que integra uma exibição crossmidia (Youtube e TV tradicional) abordando a estética Drag produzido na Argentina, na província de La Pampa.  O programa é realizado pela produtora independente Megafón Audiovisual e conta com a coprodução da Secretaria de Cultura e Educação, Secretaria de Desenvolvimento Social e Direção de Gênero e Diversidade do município de Santa Rosa, capital da província de La Pampa. 

“Temos a obrigação de apoiar este tipo de produção para poder dar ao debate público este tipo de manifestação artística frente aqueles que as julgam ou desqualificam”, aponta o secretário de Cultura e Educação, Pablo Ferrero, em momento de conferência de lançamento do programa. Disputa destaca fundamentalmente a produção artística e estética drag, discutindo o gênero.  

Elenco marcado pela diversidade 

Produtores e produtoras de Disputa Santa assumem que o que mais gera orgulho na produção audiovisual proposta foi a capacidade de integrar uma diversidade de gêneros importante. “Participam do elenco pessoas das mais variadas expressões de gêneros humanos e isso é o que faz do programa uma produção cada vez mais interessante”, explica a produtora audiovisual Luisina Bassa, que compõe a equipe de profissionais formatada por Megafón, junto a Alejandro Skara, Nicolás Branca, além de Teixeira.  

Concorrem ao prêmio as drags Lunaxi, Amatista, Miss Sudaca, Lady Black, Nixymoon, Savannah, Manik Morgan e Aquario. Cada uma das personagens que se farão conhecer a partir de primeiro de novembro expressam modos de ser e existir que fortalecem a perspectiva apontada por Bassa.  

As apresentadoras são Santi G. Tueros e La Bardot que somam jovialidade e experiência a Disputa Santa. A mesa de jurados é composta por Rouge, Ana Araniz, Ivan Pañalba, Javier Bassa e pela drag de expressão internacional La Queen. Personagens que somam um múltiplo espectro de formas de compreensão da composição artística e da estética drag no mundo audiovisual.  

Serão 12 episódios exibidos aos domingos, quartas e sextas-feiras às 20 horas pelo Canal no Youtube de Megafón Audiovisual, com final por livestreaming exibida também por TV aberta estatal, Canal 3, no dia 28 de novembro. Thays Teixeira nos garante que a produção audiovisual é imperdível.  



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar