Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Novela 'Império': após ser denunciado por Maria Marta José Alfredo acabará preso

Porém, o Comendador vai fugir com a ajuda de Antoninho (Roberto Bonfim), que vai enganar Maria Marta

Novela "Império": após ser denunciado por Maria Marta José Alfredo acabará preso
Zé Alfredo | Reprodução
Compartilhe

Uma reviravolta vai acontecer nos capítulos seguintes da novela "Império". Depois de simular sua própria morte, José Alfredo (Alexandre Nero) acabará sendo denunciado para a Polícia Federal por Maria Marta (Lilia Cabral), sua ex-mulher, de acordo com a colunista de TV Patricia Kogut.


Desde que voltou do Monte Roraima, o Comendador, aos poucos, vem sendo descoberto pela família. A primeira a descobrir que o homem de preto está vivo foi Maria Isis (Marina Ruy Barbosa); depois, Cora (Marjorie Estiano) teve um ataque de fúria ao ver o dono da Império saindo do bar de Manoel (Jackson Antunes). Por fim, João Lucas (Daniel Rocha) acabou dando de cara com o pai na casa da ninfeta.

Imperatriz se vingará do Comendador

Isso tudo ocorrerá antes de Maria Marta se casar com Maurílio (Carmo Dalla Vecchia). Disposta a esclarecer a verdade sobre a morte do ex, a Imperatriz resolverá seguir a "sweet child". É assim que Maria Marta acabará sabendo que José Alfredo se escondeu no barracão da Unidos de Santa Tereza, escola de samba que vai prestar uma homenagem ao milionário. Porém, o Comendador vai fugir com a ajuda de Antoninho (Roberto Bonfim), que vai enganar Maria Marta.

Como não conseguirá conversar com o dono da Império, a mãe de João Lucas resolverá tomar uma atitude drástica. Maria Marta decidirá se vingar e vai fazer denúncia anônima contra o próprio ex-marido. Assim, quatro agentes da Polícia Federal invadirão a escola de samba e vão algemar o homem de preto.

José Alfredo mentirá no interrogatório

Tão logo descobre que José Alfredo está preso, Merival (Roberto Pirillo) vai sair em defesa do milionário e acompanhará o depoimento do pai adotivo de Cristina (Leandra Leal). Na delegacia, o Comendador decidirá mentir quando questionado pelo delegado. No interrogatório, o dono da Império vai afirmar que morreu após discussão com o amante da sua mulher, que tomou um líquido feito por um xamã, mas acabou acordando em um garimpo dias mais tarde.

"Mas deixou para trás um detalhe importante: tem alguma idéia de como saiu da sua tumba? Afinal, ela estava fechada", indagará o delegado. Para ajudar na mentira, Merival contará que o cliente exigiu, através de um documento, que o caixão fosse fechado apenas 24 horas após sua morte. "E, como o documento foi assinado muito tempo antes da minha suposta morte, ninguém pode dizer que assinei esse papel de propósito", rebaterá o Comendador.

Delegado não acreditará na versão de José Alfredo

E o interrogatório vai continuar com o cerco ao milionário se fechando. "Continuemos. E então o senhor voltou para o Rio... ", afirmará o delegado. "E aqui descobri que minha empresa tinha recebido uma multa milionária e estava em crise, que eu tinha sido acusado de branqueamento de capitais e contrabando de pedras preciosas. Por isso resolvi continuar morto mais algum tempo até conseguir resolver esses problemas todos. Fim da história, delegado", tentará o Comendador encerrar o assunto.

Porém, o profissional não se dará por vencido. "É uma bela história, sem dúvida, embora tenha vários furos. O maior deles é esse xamã que lhe deu o tal calmante no aeroporto de Roraima. Que calmante é esse que o matou de mentirinha?", perguntará ele.

Comendador ficará preso

O marido de Maria Isis vai argumentar que peritos podem esclarecer os fatos, e recorrerá a Josué (Roberto Birindelli), responsável pela guarda do líquido em um frasco. "Eu também estava no aeroporto de Roraima naquele dia, presenciei a conversa do meu patrão com o xamã e vi quando este lhe deu o calmante. No dia que me patrão morreu, eu encontrei o vidro do calmante no bolso da calça dele", dirá o braço direito do Comendador.

"E nunca contou isso para ninguém, por quê?, rebaterá o delegado. Josué afirmará que até tentou pensar em levar o patrão para o hospital, porém desistiu quando achou que José Alfredo estivesse morto. Apesar disso, optou por guardar o líquido como uma recordação. O delegado não vai dar por satisfeito e manterá o Comendador atrás das grades, além de avisar que um inquérito será aberto.

Clique aqui e curta o Meionorte.com no Facebook


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar