Yasmin Brunet afirmou hoje que não há nenhum vídeo íntimo dela e que é mentira a suposta relação homoafetiva que ela teria. No Instagram, a atriz disse que o machismo precisa acabar e pediu respeito.

"Em respeito aos meus fãs e do Gabriel, quero me manifestar sobre as notícias que saíram. Uma delas diz que existiria um vídeo íntimo meu em posse de um familiar do meu marido. Não procede. Não existe tal material. No entanto, mesmo que existisse, é lamentável querer diminuir uma pessoa pela sua sexualidade. Lutamos para sermos livres para fazer o que quisermos, para ocupar lugares que nos foram negados por anos e mais anos... Para sermos donas de nosso corpos e desejos. Não teria nada que me envergonhar e nenhuma mulher também não teria. Não compactuo com o machismo. Outra mentira criada seria sobre um suposto relacionamento homoafetivo", disse Yasmin.

Yasmin Brunet nega vídeo íntimo e homoafetividade após polêmica com sogra| Foto: ReproduçãoYasmin Brunet nega vídeo íntimo e homoafetividade após polêmica com sogra| Foto: Reprodução

Ontem, o colunista do portal Metrópoles, Leo Dias, compartilhou o print de uma mensagem que teria ocorrido entre Gabriel Medina e sua mãe, Simone, em que ela se refere à esposa do filho como uma atriz pornô, e afirmou ter um vídeo da modelo "fazendo chu****". 

O colunista divulgou um print - conseguido com amigos do surfista - da última mensagem de Simone ao filho. Além de ofensas a Yasmin e sua mãe, Luiza Brunet, Simone afirmou ter "pena da falta de espirito" de Gabriel e mandou o filho "se ocupar em crescer de verdade".

A relação de Gabriel com os pais ficou conturbada após a chegada de Yasmin. O surfista e a modelo começaram a se relacionar no início de 2020 e se casaram em dezembro, no Havaí, sem o conhecimento dos pais de Medina. Antes do casamento, em outubro do ano passado, a família e a então namorada de Medina viajaram juntos para as Maldivas, mas a viagem escancarou as diferenças entre Simone e Yasmin. 

O jornal Extra publicou em fevereiro que o casamento de Gabriel e Yasmin havia "gerado uma crise" entre ele e os pais, e todos haviam deixado de se seguir nas redes sociais. Em uma entrevista, a mãe de Gabriel chamou a nora de "controladora" e afirmou que ela afastou o surfista da família.