Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Amanda Nunes castiga rival, mantém cinturão e faz história no UFC

No último sábado, no UFC 250, em Las Vegas (EUA), brasileira se tornou a primeira atleta da história do UFC a defender dois cinturões da companhia simultaneamente

Compartilhe

A baiana Amanda Nunes é a maior lutadora de todos os tempos. Na madrugada deste domingo, contra a canadense Felicia Spencer, a brasileira venceu na decisão unânime dos árbitros e manteve o cinturão peso-pena do UFC. O duelo foi válido pelo UFC 250, em Las Vegas, nos Estados Unidos. Informações do Direto do Octógono.

A Leoa se tornou a primeira lutadora a defender e conquistar dois cinturões no Ultimate.

Brasileira mantém o cinturão 

Histórico

Campeã mais dominante da história do MMA, a baiana Amanda Nunes defendia pela primeira vez o cinturão peso-pena do UFC, após ter conquistado o título contra a curitibana Cris Cyborg no final de 2018.

Do outro lado estava a canadense Felicia Spencer, que chamou a atenção por derrotar a australiana Megan Anderson e dar trabalho para a curitibana Cris Cyborg. Em seu currículo, a gringa ainda contava com o cinturão peso-pena do Invicta FC e a segunda com mais vitórias na categoria peso-pena.

Amanda Nunes, entretanto, é o grande nome do MMA feminino na atualidade. Campeã peso-galo e peso-pena, a brasileira é a única atleta com dois cinturões. Na categoria de baixo, ela atropelou todas as ex-campeãs, sendo a lutadora com mais vitórias no peso-galo – 11 no total.

A luta

O primeiro round foi domínio amplo de Amanda Nunes. A brasileira fez muito bem o jogo em pé, encaixou uma bela queda e massacrou a adversária no solo, distribuindo cotoveladas, que abriram ferimentos no rosto da rival.

No segundo assalto, a Leoa controlou e ‘cozinhou’ a adversária. Parecia que a baiana poderia acabar com a luta a hora que quisesse. A canadense não ofereceu perigo algum e Amanda faturou mais um round.

Amanda Nunes venceu Felicia Spencer por decisão unânime (50-44, 50-44 e 50-45) — Foto: Getty Images 

Muito consciente, Amanda Nunes acelerou mais no terceiro round e dominou novamente de ‘cabo a rabo’. Felicia Spencer parecia não sentir mais o gás e não conseguia desferir nenhum golpe contundente.

No quinto round foi só manter o controle. Em ritmo de treino, Amanda Nunes controlou o confronto no solo e saiu com o resultado.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar