Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Após 10 testes positivos de Covid-19, Goiás x São Paulo é adiado

Dos dez jogadores que testaram positivo, oito eram titulares.

Compartilhe

Goiás e São Paulo, que estava marcada para hoje (9), às 16h, pela rodada de abertura do Campeonato Brasileiro acabou suspensa por decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O próprio clube do Centro-oeste pediu a remarcação do jogo por causa de dez testes positivos para o novo coronavírus no elenco profissional. Dos dez, oito são titulares. As informações são do UOL.

De acordo com o Goiás, os jogadores concentrados para o jogo fizeram testes na última sexta-feira (7), mas os resultados foram divulgados pela CBF ao Goiás só hoje, dia do jogo, às 8h30. Ainda segundo o clube, o atraso se deveu ao fato de que a CBF invalidou testes feitos na quinta-feira alegando que o laboratório escolhido pela entidade em Goiânia para fazer a coleta falhou no acondicionamento das amostras.

Por isso, os testes foram refeitos e somente hoje tiveram os resultados divulgados, quando os atletas já estavam concentrados para o jogo, todos juntos.

Goiás tem 10 jogadores com coronavírus / Rosiron Rodrigues

"Não temos condições de colocar o time em campo, caso esses resultados estejam certos. Senão, vamos colocar com 11 jogadores em campo e sem goleiro reserva. Entramos em contato com a CBF e como fizemos todos os exames semanalmente religiosamente, nós pedimos para trazer um laboratório pela manhã no clube para confrontar o exame, como se fosse a contraprova. Há um dado curioso também nestes exames: um dos jogadores que testaram positivo desta vez já tinha testado positivo em maio e cumprido a quarentena", explicou ao UOL o vice-presidente do Goiás, Mauro Machado. 

O Hospital Albert Einsten, parceiro da CBF para a realização dos testes dos times no Campeonato Brasileiro, confirmou que houve falha nas primeiras amostras colhidas dos jogadores do Goiás através de um laboratório parceiro. "O Hospital Israelita Albert Einstein identificou uma falha técnica na coleta das amostras, feita em um laboratório parceiro em Goiás, para realização de teste RT-PCR em atletas e equipes dos clubes Vila Nova e Goiás. Solicitou, portanto, novas amostras antes do processamento dos exames. Elas foram refeitas e encaminhadas para análise no laboratório do hospital em São Paulo, sem nenhum prejuízo aos prazos estabelecidos para apresentação dos resultados", disse.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar