Após recusar uma proposta do Palmeiras de cerca de 20 milhões de euros (R$ 110 mihões) e mais dois jogadores por 80% dos direitos pelo atacante Pedro, o Flamengo enviou a sua contraproposta: 25 milhões de euros (R$ 138 milhões) e Patrick de Paula e Gabriel Menino como "moedas de troca" na negociação. No entanto, também foi recusada. A informação foi inicialmente veiculada pelo UOL.

Anteriormente, o Palmeiras voltou à carga para tentar contratar o atacante Pedro. Desta vez, o alviverde enviou uma oferta de cerca de 20 milhões de euros (R$ 110 mihões) e mais dois jogadores por 80% dos direitos, mas o rubro-negro recusou prontamente.

Essa foi a primeira proposta concreta do clube paulista pelo atacante. Anteriormente, quando foi feita a primeira investida, não houve uma proposta formulada. O Flamengo mantém a posição de não fazer negócio com um rival direto no Brasil.

Essa foi a primeira proposta concreta do clube paulista pelo atacante. (Foto: Marcelo Cortes - Flamengo)Essa foi a primeira proposta concreta do clube paulista pelo atacante. (Foto: Marcelo Cortes - Flamengo)

Desde que foi vetado pelo Flamengo para jogar as Olimpíadas de Tóquio, ano passado, o centroavante recebeu a indicação da diretoria de que seria melhor aproveitado e teria mais oportunidades.

A temporada em que isso se aproximou do ideal foi com Domènec Torrent, em momento que Gabigol se machucou, no segundo semestre de 2020.

Desde Jorge Jesus, todos os técnicos que passaram fizeram promessas de tentar encaixar Pedro no esquema ofensivo do Flamengo e jamais conseguiram de forma plena.

O jogador foi comprado ao fim daquela temporada, tendo papel importante no título brasileiro. Voltou da seleção brasileira lesionado e, sob o comando de Rogério Ceni, acabou mantendo bons números, ainda que tenha voltado para o banco de reservas.

Na ocasião, Pedro reclamou de uma substituição e foi criticado pelo técnico de forma pública. Desde então, os treinadores tentam "cozinhar" a situação e dar chances ao jogador quando possível.

Com informações Extra