mais

Athletico é criticado ao anunciar jogador que responde por homicídio

Se a moda pega, creio que o Athletico Paranaense precise reavaliar a contratação do jovem jogador.

Opinião - por Dailton Meireles

Cortina de Fumaça

Quando o futebol ultrapassa a marca do social, movendo a grande massa que nesta pandemia de Covid-19 sofre com a falta do esporte número um do país, o clube do coração resolve fazer uma mega homenagem a torcedores e fãs de um dos cubes mais importantes do Brasil. 

Clube este que nos últimos anos se tornou referência em gestão, tendo inclusive uma das maiores arenas de futebol da América do Sul. Pois bem estamos falado do Club Athletico Paranaense, esse mesmo que há alguns anos atrás mudou seu escudo e a grafia de seu nome, justamente para não ser comparado ao clube mineiro.

Mudança na forma de gerir, mudança na imagem e por ai vai, mas uma coisa não mudou: a forma como os clubes brasileiros tratam atletas que respondem de alguma forma a um crime sob a legislação brasileira.

No último dia 26 de março, o clube paranaense completou 96 anos com homenagens a torcedores e em luto pelas vítimas do Covid 19. Seria cômico, se não fosse trágico que pouco mais de 48 horas após a divulgação de um vídeo segundo o próprio clube em luto, anunciasse a contratação do jogador Marcinho, ex –Botafogo/RJ não lembra dele? Pois bem Marcinho responde por homicídio culposo, quando em 30 de dezembro de 2020 atropelou um casal de professores e ainda abandonou o local do acidente sem prestar socorro as vítimas.

Marcinho prestou depoimento no 42º DP após atropelar casal - Foto: Stefan Radovicz/Agência O DiaMarcinho prestou depoimento no 42º DP após atropelar casal - Foto: Stefan Radovicz/Agência O Dia

Pode até não ter sido a intenção do clube, mas usar a cortina de fumaça, em comemoração aos 98 anos do clube para anunciar a contratação de um atleta que responde por homicídio culposo, não caiu nada bem.

Poderia ter feito como o Santos, que ao saber que o Robinho, um dos ex-meninos da vila foi acusado de estupro na Itália, imediatamente rescindiu seu contrato, que estava a pouco menos de um mês assinado. O que levou o clube a fazer isso? A ameaça do maior patrocinador em cancelar o contrato já que não queria sua imagem associada a alguém que cometeu crimes, em especial neste caso o de estupro.

Se a moda pega, creio que o Athletico Paranaense precise reavaliar a contratação do jovem jogador, ou pelo menos suspenda o contrato até o julgamento do caso, está na hora dos clubes brasileiros tratarem os crimes cometidos por atletas fora de campo como exemplo e modelo de prioridades em contratações.

Athletico Paranaense anunciou Marcinho - Foto: Fabio Wosniak/AthleticoAthletico Paranaense anunciou Marcinho - Foto: Fabio Wosniak/Athletico

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail