Avaí doa arrecadação de jogo a Renanzinho, que sofre com um tumor

Renanzinho, jogador do Avaí está afastado dos gramados

Primeira partida depois do acesso para Série A, o Avaí espera casa cheia no sábado, mas o clube não vai embolsar um centavo. A arrecadação irá para o volante Renanzinho, 19 anos, diagnosticado com um tumor no cérebro.


O caso foi mantido em sigilo até esta semana, quando foi anunciado que o atleta passou por duas cirurgias e retirou 70% do tumor. A segunda operação causou sequelas e o jogador está com a movimentação comprometida no lado direito do corpo. Ele recebeu uma cadeira de rodas do clube para se locomover explica o médico do time, Luis Fernando Funchal.

Renanzinho era um promissor juvenil. Nascido Ariquemes (RO), chegou a Florianópolis há cinco anos e fez sucesso nas categorias de base. A trajetória de sucesso projetada pela diretoria do Avaí foi interrompida no começo do ano, quando problemas de visão foram relatados.

Renanzinho do Avaí (Crédito: Divulgação)
Renanzinho do Avaí (Crédito: Divulgação)
Fonte: Uol
logomarca do portal meionorte..com