Bahia vence o Vasco e time cruzmaltino fica mais perto do Z-4

Foi a sétima vitória do time baiano no Campeonato Brasileiro

A torcida presente na Fonte Nova deixou o estádio com sorriso no rosto e esperança renovada. Em casa, o Bahia aproveitou erros do Vasco e fez 3 a 0, com direito a “olé” e atuação destacada de Mendoza – foram dois do colombiano e um do capitão Tiago, que abriu o caminho da vitória.

Foi a sétima vitória do time baiano no Campeonato Brasileiro. Com 26 pontos, a equipe ocupa a 11ª posição. O Vasco não vence há cinco jogos. O time de Milton Mendes é 14º, com 25 pontos. Na próxima rodada, o Cruz-maltino encara o Fluminense, no sábado, no Maracanã. O Bahia, no domingo, recebe o Botafogo, na Fonte nova.

 (Crédito: Reprodução)
(Crédito: Reprodução)


Anderson Martins fez o primeiro jogo pelo Vasco desde o retorno. Titular de Milton Mendes, não teve boa atuação no 3 a 0 para o Bahia. Não acompanhou Rodrigão pelo alto no primeiro gol, sofreu - junto com o sistema defensivo - com a velocidade do ataque adversário e saiu de campo com um cartão amarelo, por falta dura em Vinicius. 

PRIMEIRO TEMPO

A partida começou agitada na Fonte Nova. No primeiro lance, Rodrigão foi travado por Breno na grande área; Wagner respondeu com chute de canhota, assustando Jean. A partir daí as duas equipes jogaram aproveitando erros do adversário. O Vasco, com mais posse de bola, teve chances de abrir o marcador após saídas de bola precipitadas do Bahia – na melhor delas, Paulinho recebeu de Mateus Vital, mas, livre, bateu torto.

O time mandante foi mais eficiente. Na bola aérea, Tiago, entre Breno e Anderson Martins, subiu sozinho e tocou de cabeça para abrir o marcador. Antes do intervalo, Mendoza, na indecisão de Ramon, partiu sozinho, tirou Martín Silva da jogada e balançou a rede. Wagner teve outra oportunidade, sem marcação na grande área, mas carimbou a trave.


SEGUNDO TEMPO

Milton Mendes voltou com Nenê e Bruno Paulista, mas não deu tempo do Vasco se arrumar em campo. Mendoza, com um minuto de bola rolando na segunda etapa, aproveitou rebote de Martín e marcou mais um.

O resultado foi o suficiente para o delírio dos torcedores nas arquibancadas. Ao som "olé", o Bahia trocou passes com facilidade diante de um Vasco abatido. O placar poderia ter sido mais elástico, mas Rodrigão desperdiçou chance clara e não recebeu passe de Mendoza quando livre na grande área.


PÚBLICO E RENDA

  Público pagante: 13.007

Público total: 22.248 Renda:

R$ 591.084,50


Fonte: globoesporte.com
logomarca do portal meionorte..com