A revista France Football divulgou nesta sexta-feira os indicados para o prêmio Bola de Ouro 2022, com a presença dos brasileiros Vinicius Junior e Casemiro, ambos do Real Madrid, e Fabinho, do Liverpool, entre os concorrentes. Também estão concorrendo o polonês Robert Lewandowski, do Barcelona, vencedor dos dois últimos prêmios da Fifa de melhor do mundo, e o francês Karim Benzema, do Real, considerado o favorito à Bola de Ouro este ano. A lista ainda não foi completamente divulgada. As informações são do Globoesporte.com.

Vinicius Junior comemora o gol do título da Champions League pelo Real Madrid — Foto: Molly Darlington/Reuters Vinicius Junior comemora o gol do título da Champions League pelo Real Madrid — Foto: Molly Darlington/Reuters 

Os 25 primeiros jogadores anunciados são atacante brasileiro Vinicius Junior, do Real Madrid; o atacante polonês Robert Lewandowski, do Barcelona; o meia português Bernardo Silva, do Manchester City; o atacante colombiano Luis Díaz, do Liverpool; o lateral-direito inglês Trent Alexander-Arnold, do Liverpool; o atacante egípcio Mohamed Salah, do Liverpool; o goleiro belga Thibaut Courtois, do Real Madrid; o atacante português Rafael Leão, do Milan; o meia francês Christopher Nkunku, do RB Leipzig; o volante alemão Joshua Kimmich, do Bayern de Munique; o atacante francês Karim Benzema, do Real Madrid; o volante brasileiro Casemiro, do Real Madrid; o meia argelino Riyad Mahrez, do Manchester City; o atacante sul-coreano Heung-Min Son, do Tottenham; e o volante brasileiro Fabinho, do Liverpool; o goleiro francês Mike Maignan, do Milan; o atacante inglês Harry Kane, do Tottenham; o atacante uruguaio Darwin Núñez, do Liverpool; o meia inglês Phil Foden, do Manchester City; e o atacante senegalês Sadio Mané, do Bayern de Munique; o atacante marfinense Sébastien Haller, do Borussia Dortmund; o meia croata Luka Modric, do Real Madrid; o zagueiro alemão Antonio Rüdiger, do Real Madrid; o atacante português Cristiano Ronaldo, do Manchester United; e o meia belga Kevin de Bruyne, do Manchester City.

Na divulgação dos indicados, a France Football cometeu uma gafe: o português Bernardo Silva apareceu com a bandeira do Brasil na lista divulgada no Twitter da revista. Após alguns minutos, o tuíte com o erro foi deletado.

A entrega da Bola de Ouro foi feita pela primeira vez em 1956. Até 1995, o prêmio era entregue apenas para jogadores de nacionalidades europeias. Em 2006, outra mudança: passaram a ser incluídos jogadores que atuassem fora do futebol europeu, em qualquer parte do mundo. Entre os anos de 2010 e 2015, o prêmio foi unificado com o troféu de melhor do mundo dado pela Fifa - hoje, as premiações são separadas novamente.

O último vencedor foi o argentino Lionel Messi. Ele é o maior ganhador da premiação (seis vezes: 2009, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2019). Em 2015, quando fez 60 anos, a France Football fez uma revisão de todos os seus prêmios anteriores com base nas regras atuais e reconheceu: Pelé teria sete Bolas de Ouro, em 1958, 1959, 1960, 1961, 1963, 1965 e 1970. Mas o Rei, no entanto, não consta na lista oficial de ganhadores.