Bota empata com o Cruzeiro no Engenhão e fica fora da Libertadores

Clube carioca abre o placar, sofre a virada, mas volta a igualar

O Botafogo até tentou, mas não conseguiu bater o Cruzeiro, no Engenhão. O time carioca abriu o placar com Brenner, mas viu Thiago Neves e Arrascaeta virarem o jogo. Na base da raça e vontade, o Fogão chegou ao empate, com o jovem Ezequiel, de 19 anos. Porém, a reação parou por aí. O time de Jair Ventura dependia de si mesmo para se classificar à Libertadores. O empate não foi suficiente para garantir uma vaga ao torneio continental. 

O Cruzeiro até começou bem a partida, com bom volume de jogo no ataque. Mas deixou depois o Botafogo tomar conta da partida. Explorando as jogadas pelo alto, o time carioca estava ganhando todas. Dudu Cearense tentou, Victor Luiz também. Mas quem conseguiu mesmo foi Brenner, após novamente a zaga do Cruzeiro não ganhar no alto. Mas o empate não demorou tanto. Com direito a passe de bicicleta de Arrascaeta na área, Thiago Neves recebeu o passe e virou o jogo.

Na segunda etapa, com o Botafogo precisando do resultado, o Cruzeiro se aproveitou do nervosismo e ganhou o segundo gol. Após tabela entre Thiago Neves e Arrascaeta, Rodrigo Lindoso tentou cortar o passe e entregou nos pés de Arrascaeta, que só teve o trabalho de empurrar para o gol. Entretanto, tudo passou a ir contra o Cruzeiro. A zaga deu bobeira mais uma vez e deixou Ezequiel livre para chutar e empatar. Depois, Rafinha foi expulso por não concordar com o cartão amarelo e a falta marcada. No fim do jogo, foi só pressão botafoguense. Porém, a equipe de Mano Menezes conseguiu segurar e garantir o empate na última partida da temporada.




Fonte: Com informações do Globoesporte.com
logomarca do portal meionorte..com