Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Brasileiro desrespeita fairplay e Uefa abre processo disciplinar

Vale lembrar que o fair play não está nas regras do futebol, tanto que o gol foi validado.

Compartilhe

gol polêmico marcado contra o Nordsjaelland, pela Liga dos Campeões, ainda vai render muita dor de cabeça ao atacante Luiz Adriano, do Shakhtar Donetsk. Nesta quarta-feira, a Uefa anunciou que vai abrir processo disciplinar contra o brasileiro, que ignorou o fair play e fez um gol após sua equipe devolver a bola para o adversário. Os dinamarqueses nem se mexeram no lance.

"Luiz Adriano será acusado de violar os princípios de conduta (artigo 5 das Regulações Disciplinares da Uefa) e seu caso será analisado pelo Comitê de Disciplina da Uefa no dia 27 de novembro", informou a entidade, em seu site oficial.

Vale lembrar que o fair play não está nas regras do futebol, tanto que o gol foi validado.



A controvérsia começou quando, no primeiro tempo, o árbitro da partida paralisou uma jogada para prestar atendimento a um atleta do Nordsjaelland, que chocou-se com um adversário. Cerca de um minuto depois, o juiz colocou a bola ao chão para recomeçar o duelo, e o brasileiro Willian deu um chutão para o campo de defesa dos dinamarqueses. Luiz Adriano, então, aproveitou o "lançamento", driblou o goleiro rival e empurrou a bola para as redes, empatando o jogo em 1 a 1.

O lance gerou revolta dos jogadores do Nordsjaelland, que partiram para cima do atacante ex-Internacional. Nem mesmo os companheiros do brasileiro pareciam entender o que havia acontecido. Por isso, nem comemoraram o gol marcado. No estádio, os torcedores vaiaram bastante o jogador durante toda a partida, inclusive quando ele foi substituído no segundo tempo.

A imprensa europeia também criticou a postura do atacante. O Marca, da Espanha, chamou o gol de "antidesportivo" e destacou que os atletas da equipe dinamarquesa estavam parados na conclusão do lance. O também espanhol As seguiu a mesma linha de crítica. Já o Daily Mail, da Inglaterra, chamou o lance de "controverso" e tratou como um dos gols mais polêmicos das Ligas dos Campeões.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar