Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Bubba Wallace recebe apoio de pilotos rivais

Hamilton, hexacampeão da Fórmula 1 condenou ameaça racista contra único piloto negro da Nascar durante o fim de semana em Talladega

Bubba Wallace recebe apoio de pilotos rivais
| Reprodução Nascar
Compartilhe

Compartilhando com Bubba Wallace a representatividade como único piloto negro de sua categoria, o hexacampeão da Fórmula 1 Lewis Hamilton utilizou as redes para expressar apoio ao americano da Nascar, vítima de uma ameaça de morte de cunho racista neste fim de semana durante a prova da Cup Series em Talladega, no Alabama. Informações do site GloboEsportes.com

Hamilton parabenizou a Nascar pelo suporte dado a Wallace, além de condenar o ato de ódio, que aconteceu logo após protestos com bandeiras confederadas - símbolo da supremacia branca nos Estados Unidos - serem realizados nos arredores do circuito, que fica na cidade de Lincoln.

- É repugnante que isso esteja acontecendo. Fique seguro e alerta por aí, meu irmão. Estou te apoiando à distância, e orgulhoso de você - escreveu o piloto da Mercedes.

Bubba Wallace, de 26 anos, é natural do Alabama e também tomou parte nas discussões sobre racismo, além de sair em defesa da decisão da Nascar de banir das provas a bandeira confederada. No domingo, sua equipe encontrou nos boxes uma corda de forca pendurada, alusão a um dos cruéis métodos utilizados por grupos racistas como a Ku Klux Klan para assassinar pessoas negras nos EUA.

Na manhã da segunda-feira, a Nascar ainda permitiu que funcionários da Richard Petty Motorsports pudessem, excepcionalmente, verificar a existência de algum tipo de sabotagem no carro de Wallace. A categoria prometeu investigar o caso, que também está sendo apurado pela FBI.

Bubba terminou em 14º e chegou a liderar por algumas voltas, disputando a terceira colocação antes de uma bandeira amarela a duas voltas do fim.

No entanto, a corrida ficou marcada pela emoção na homenagem promovida ao piloto pelos colegas, que escoltaram seu carro na frente do grid e o abraçaram. Os pilotos da Nascar e a própria categoria também promoveram, na internet, a hashtag #IStandWithBubba (Eu Permaneço com Bubba), gesto reconhecido por Lewis Hamilton:

- Estou tão orgulhoso de todos na Nascar por se levantarem, juntos, e demonstrarem isso bem na cara da adversidade e da discriminação! É assim que isso deveria ser: como se fôssemos uma só corrida.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar