Camisa do Cruzeiro vai estampar campanha do Dia da Mulher

Time vai mostrar estatísticas sobre a violência contra as mulheres

Nesta quarta-feira, 8 de março, quando mundo inteiro faz homenagens e reflexões a respeito do Dia Internacional da Mulher, os jogadores do Cruzeiro entrarão em campo diante do Murici, pela Copa do Brasil, levando mensagens alusivas à data estampadas na camisa. A ideia do clube é propor uma importante reflexão diante de estatísticas que mostram a violência contra as mulheres.

"A cada 2h uma é morta", "A cada 10 jovens, 8 sofreram assédio", "A cada 11 minutos, um estupro", "Apenas 9 em cada 100 deputados", "Salários 30% menores" são algumas das mensagens, que estarão estampadas na numeração dos jogadores, retiradas de estatísticas colhidas pela ONG Azminas (que luta pelo empoderamento feminino) que ilustram o difícil cotidiano das mulheres no Brasil. Iniciativa elogiada pelo presidente Gilvan de Pinho Tavares, em entrevista ao site oficial do clube.

Cruzeiro vai usar camisas com mensagens sobre o Dia Internacional das Mulheres (Crédito: Reprodução)
Cruzeiro vai usar camisas com mensagens sobre o Dia Internacional das Mulheres (Crédito: Reprodução)

- O Cruzeiro Esporte Clube tem participado de diversas campanhas contra qualquer tipo de preconceito. Em pleno século XXI, não é tolerável ver as mulheres sofrerem atos de violência e discriminação. Com esta ação, nos juntamos a todos que combatem as desigualdades contra pessoas do sexo feminino. Esse é um dos papéis sociais que os clubes de grandes torcidas precisam sempre estar desenvolvendo.

De acordo com Marcone Barbosa, diretor de marketing do time mineiro, a iniciativa também irá ajudar na conscientização de importantes questões.

"O Dia Internacional da Mulher não é um momento apenas de trazer à tona toda a característica de desigualdade que ainda existe no Brasil e no mundo, mas também é um momento de conscientização de outros aspectos relacionados à mulher. É importante a gente ter um momento desse, onde você pode trazer à tona assuntos tão importantes e relacionados à mulher", disse.

Fonte: Com informações do Globoesporte.com