O campeão mundial de jiu-jítsu Leandro Pereira do Nascimento Lo, 32 anos, teve morte cerebral após ser baleado, na madrugada deste domingo (7/8), em um show no Clube Sírio, no bairro de Indianópolis, na zona sul de São Paulo.

Leandro Pereira foi baleado na cabeça durante brigaLeandro Pereira foi baleado na cabeça durante briga

A morte cerebral do atleta foi confirmada pelo advogado da família Ivã Siqueira Junior. Segundo o advogado, Leandro Lo imobilizou um homem durante uma briga durante o show de pagode do grupo Pixote.

O advogado afirmou para a reportagem  que a família não dará mais detalhes sobre a situação neste momento.

Briga

Depois de ser imobilizado, o homem sacou a arma e atirou na cabeça do lutador de jiu-jítsu. De acordo com o advogado, depois do tiro, o agressor ainda deu dois chutes no atleta no chão e fugiu.

“Ele chegou, pegou uma garrafa de bebida da nossa mesa. O Lo apenas o imobilizou para acalmar. Ele deu quatro ou cinco passos e atirou”, disse uma testemunha.

Socorro

Leandro Lo foi socorrido e encaminhado para o Hospital Municipal Saboya, no Jabaquara, também na zona sul da capital paulista. A Secretária Municipal de Saúde não deu informações sobre o quadro até a última atualização desta reportagem.

O autor do disparo foi identificado e está foragido, mas a polícia não divulgou a identidade. 

Trajetória

O atleta Leandro Lo foi campeão mundial de jiu-jítsu oito vezes. Recentemente, em seu Instagram ele destacou as vitórias mundiais nas categorias meio pesado, em 2022, e peso leve, em 2012.

Nascido em São Paulo, o atleta também ganhou competições de jiu-jítsu como Copa do Mundo, Pan-Americano e campeonato brasileiro.